Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas CULT...

Os bons tempos da TV Itacolomi estão de volta

Nesta terça (10), atrações do programa 'Brasa 4', exibido de 1966 a 1972, vão se apresentar no Museu da Imagem e do Som, no Centro de BH


postado em 10/12/2019 04:00 / atualizado em 09/12/2019 18:23

(foto: Arquivo EM)
(foto: Arquivo EM)
BRASA 4
POCKET SHOW

Nesta terça-feira (10), às 19h, cantores que se destacaram no programa de talentos Brasa 4, da TV Itacolomi, vão se apresentar no Museu da Imagem e do Som (MIS), que exibe a exposição TV Itacolomi – A pioneira de Minas. Exibido de 1966 a 1972, Brasa 4 (foto) divulgava os jovens talentos da música mineira nos moldes de Jovem Guarda (1965-1968), atração que lançou Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa. O show no MIS reunirá Os Agitadores, The Analfabitles, Dalva Righetti, Marisa Rossi, Amir Francisco, Edinho, Roberto Reis, Sirlan, Marilton Borges e Wagner Carone.

• • •

A mostra no MIS reúne centenas de imagens da TV Itacolomi, a primeira emissora de televisão de Minas Gerais, inaugurada oficialmente em 8 de novembro de 1955 por Assis Chateaubriand, do grupo Diários Associados, ao qual pertence o Estado de Minas. A Itacolomi saiu do ar em 18 de julho de 1980, durante o governo militar. O museu fica na Avenida Álvares Cabral, 560, Centro. Funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e às terças-feiras, das 9h às 21h. Informações: (31) 3277-4131
(foto: Jorge Bispo/divulgação)
(foto: Jorge Bispo/divulgação)

CLIPE
MATHEUS BRANT

No domingo (15), o cantor e compositor mineiro Matheus Brant (foto) lançará o clipe da faixa Supera, que faz parte do álbum Cola comigo, lançado no início do ano. O clipe será exibido no show do artista, nesta terça (10), às 21h, no Querida Jacinta (Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia), com participação especial da cantora Adriana Araújo. Ingressos custam de R$ 10 a R$ 15. Supera é um pagode dos anos 1990 que ficou muito conhecido na voz de Belo. O disco tem direção artística de Cesar Lacerda e produção musical de Fabio Pinczowski.

POSSE NA AML
WANDER MELO MIRANDA

Nesta terça-feira, a Academia Mineira de Letras ganha novo imortal, com a posse de Wander Melo Miranda, em solenidade aberta apenas a convidados. Ele vai ocupar a cadeira nº 7, que pertenceua a Ricardo Arnaldo Malheiros Fiuza, falecido em 22 de junho. Os outros ocupantes foram Avelino Fóscolo, Eduardo Frieiro, Austen Amaro e João Bosco Murta Lages. Caio Boschi fará o discurso de recepção ao colega. Professor aposentado de teoria da literatura e literatura comparada na Universidade Federal de Minas Gerais e professor emérito da Faculdade de Letras da UFMG, Wander dirigiu a Editora UFMG e acaba de lançar o livro Os olhos de Diadorim e outros ensaios (Cepe Editora).

LIVRO
GLAUBER ROCHA

Como desdobramento da mostra Glauber – Kynoperzpktyva 18, a Fundação Clóvis Salgado lança nesta terça-feira (10), às 19h, os livros Crítica esparsa e O nascimento dos deuses, com textos, ensaios e tradução inédita de roteiros de Glauber Rocha. Às 17h, será exibido o longa-metragem Claro (1965), dirigido pelo baiano. O Cine Humberto Mauro do Palácio das Artes fica na Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro.
(foto: Paulo Lacerda/divulgação)
(foto: Paulo Lacerda/divulgação)

TATÁ SYMPA
JOÃO BRASILEIRO

Tatá Sympa (foto) lança seu primeiro disco, João Brasileiro, nesta terça-feira (10), às 20h, no Cine Theatro Brasil Vallourec (Praça Sete, Centro). O álbum, que sai pela gravadora Kuarup, tem direção artística de Chico Lobo e participação de Zeca Baleiro. Inspirado na cultura popular brasileira, o repertório traz o cateretê em Menininha, o congado e o reisado em Bandeira do Divino, o xote nordestino em Asa do vento e a canção No tempo dos trilhos, de Zé Alexandre com letra do Chico Lobo. Ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada).

(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)
(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)


MONUMENTO
ÁRVORE DA VIDA

Neste 10 de dezembro, Dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos, será inaugurada a escultura Árvore da vida, do artista mineiro Jorge dos Anjos (foto), no Centro de Referência da Juventude (CRJ), em Belo Horizonte. Com 4 metros de largura por 6 metros de altura, o monumento em aço oxidado remete ao genocídio da juventude negra. Às 13h, tem a Feira Rainha Tereza de Benguela, com produtos criados pela Rede Mães de Luta MG. A cerimônia de inauguração, às 19h, contará com palestra do historiador e filósofo Markim Cardoso, show da cantora Luiza da Iola e performance da atriz Lucimélia Romão. O CRJ fica na Rua Guaicurus, 50, Centro.


Publicidade