Publicidade

Estado de Minas FOTOGRAFIA

Brasil em pílulas fotográficas

Livro de José Alberto Nemer reúne cerca de 400 imagens que retratam o cotidiano nacional em cenas insólitas, de placas de trânsito a salões de beleza


postado em 07/12/2019 04:00

Livro do artista plástico José Alberto Nemer reúne quatro décadas de imagens do cotidiano nacional(foto: José Alberto Nemer/Divulgação)
Livro do artista plástico José Alberto Nemer reúne quatro décadas de imagens do cotidiano nacional (foto: José Alberto Nemer/Divulgação)
Com texto de Luís Fernando Veríssimo, o artista plástico mineiro José Alberto Nemer lança neste sábado (7), na Livraria da Rua,  Almanaque insólito: visões inusitadas no cotidiano brasileiro, publicado pela editora WMF Martins Fontes. A obra tem 432 páginas, mostrando cerca de 400 fotos de seu acervo. “É um conjunto de fotografias que fui fazendo ao longo de quatro décadas sobre cenas insólitas que encontro na vida brasileira, no cotidiano, como placas, fachadas, paisagens, mas de alguma coisa que tenha estranheza, espanto e humor”, explica José Alberto Nemer.

Ele conta que dedicou o livro a duas Elizabeth famosas. “A Bishop (poeta, 1911-1979), por me ensinar a garimpar no understatement, e a Clark (escritora, 1875-1972), por me convencer que a criação é uma das raras saídas”, justifica. Nemer explica que as fotos foram reagrupadas em alguns capítulos. “Há o ‘Brasil na veia’, com as versões populares da bandeira, ‘Avatares do Alvorada’, com as variações populares do Palácio da Alvorada, ‘A dança dos salões’, que são as fachadas dos salões de beleza, ‘Siga a seta’, somente com imagens de setas. De modo geral, é meu olhar surpreendido diante das situações insólitas.”

Nemer ressalta que está sendo lançada paralelamente uma versão em inglês. “O livro foi todo feito em São Paulo. O design gráfico é do premiado paulistano Gustavo Piqueira, da Casa Rex. Aliás, faremos o lançamento também em São Paulo, mas somente no ano que vem.” Ele adianta que já está pensando em lançar um outro trabalho, mas alega que ainda não dispõe de um número de fotos suficientes. “É que este, com mais de 400 imagens, tem um material bastante rico e consumiu boa parte do meu acervo. Porém, vou continuar fotografando por este Brasil afora. Quando chegar a hora, faremos o volume dois.”

O autor confessa que nunca se inspirou em alguém para seguir os caminhos da fotografia. “Na verdade, sempre gostei de fotografia, mas digo que essas fotos não têm pretensão de qualidade fotográfica, mas, sim, de documentação. O próprio Luís Fernando Veríssimo classificou a obra como uma sociologia visual do Brasil. Em seu texto, ele diz: 'Esse livro é isto, a obra é uma sensibilidade à espreita das peculiaridades do Brasil profundo, retratadas com espanto, humor e carinho'”. 

ALMANAQUE INSÓLITO
Livro de José Alberto Nemer. Lançamento nestesábado (7), às 11h, na Livraria da Rua,Rua Antônio de Albuquerque, 913, Savassi, (31) 3500-6750. O exemplar custa R$ 89,90.




Publicidade