Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Monólogo mostra por que São Francisco é adorado pelo povo

Em cartaz até dezembro, no CCBB, peça 'Francesco' aborda a trajetória do homem dedicado à paz e à solidariedade. Texto de Dario Fo foi adaptado para o palco por Neyde Veneziano


postado em 27/11/2019 04:00 / atualizado em 26/11/2019 18:08

Paulo Goulart Filho interpreta São Francisco(foto: Rodrigo Veneziano/divulgação)
Paulo Goulart Filho interpreta São Francisco (foto: Rodrigo Veneziano/divulgação)

Até o fim de dezembro, ficará em cartaz na cidade a versão teatral de um dos personagens mais populares do catolicismo. Francesco, que rendeu o Nobel de Literatura ao italiano Dario Fo, estreia nesta quinta (28), no CCBB, em versão dirigida por Neyde Veneziano e estrelada por Paulo Goulart Filho. Em tom bem-humorado, o monólogo reconta a história de São Francisco de Assis.

“A peça não o trata como santo, mas como o grande homem de paz que ele era”, define Neyde Veneziano, que fez pós-doutorado sobre Dario Fo, em Milão, e conheceu o espetáculo lançado por ele em 1999. A adaptação brasileira foi atualizada pelo próprio escritor, que morreu em 2016. “Ele foi modificando o texto. A grande alteração final veio quando o papa Francisco assumiu. Dario muda um pouco sua visão, que era de muita crítica e ataque à Igreja, com um prólogo ao papa que, pela primeira vez na história, teve a coragem de se chamar Francisco”, explica.

O texto de Fo é baseado nas histórias orais reveladas por companheiros de Francesco, que viveu no século 13. “A Igreja nunca aceitou a imagem do santo que não fazia milagres e era uma espécie de Robin Hood. São histórias dele antes de se dedicar à pobreza, como a vez em que foi a Roma com vestes refinadas e trocou de roupa com os mendigos. Fo aborda esse lado do personagem, próximo de um artista de rua da Idade Média. Com bom humor, conta a trajetória de Francesco em novo percurso em direção a Deus, diferente do caminho imposto pela Igreja.” Neyde Veneziano ressalta, contudo, que o enredo “é extremamente respeitoso com São Francisco”. (PG)

FRANCESCO
CCBB. Praça da Liberdade, 450, Funcionários. De quinta a segunda-feira, às 19h. Até 23 de dezembro.  R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada). Vendas on-line: www.eventim.com.br. Classificação: 16 anos. Informações: (31) 3431-9400 e 3431-9503.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade