Publicidade

Estado de Minas

Universal cancela lançamento de filme que Trump acusou de ser racista

Estrelado por Hilary Swank, 'The hunt' estrearia no dia 27 de setembro nos EUA. Trama escrita por criador de 'Lost' mostra caçada humana, que, segundo o presidente americano, mira seus apoiadores


postado em 12/08/2019 04:00

Filme sobre caçada humana seria lançado nos EUA no dia 27 de setembro(foto: Universal Pictures/Divulgação)
Filme sobre caçada humana seria lançado nos EUA no dia 27 de setembro (foto: Universal Pictures/Divulgação)

O estúdio americano Universal decidiu cancelar a estreia do filme The hunt (A caçada), que mostra uma perseguição violenta e sádica a inocentes, após uma polêmica relacionada a tiroteios recentes e a declarações do presidente americano, Donald Trump.

The hunt, estrelado pela oscarizada Hilary Swank, deveria estrear no fim de setembro nos Estados Unidos. A sátira violenta ao abismo existente entre as diferentes classes sociais nos Estados Unidos mostra integrantes da elite perseguindo e matando, por puro esnobismo e desprezo, a população mais pobre nos estados rurais, redutos tradicionais do Partido Republicano.

As cenas de violência incluídas no trailer, divulgado no fim de julho, geraram uma grande polêmica, no momento em que o país ainda está comovido com os dois tiroteios que causaram 31 mortes há duas semanas. Trump atacou o filme, que mostra, de forma caricatural e exagerada, seus apoiadores como vítimas de uma violência gratuita.

"A Hollywood esquerdista é racista no mais alto nível e tem grande raiva e ódio!", escreveu o presidente em seu Twitter. "O filme que irá estrear busca colocar lenha na fogueira e provocar o caos", afirmou, sem citar explicitamente a produção da Universal. "Criam a própria violência e, depois, responsabilizam os demais. São eles os verdadeiros racistas, e são muito maus para o nosso país", concluiu Trump, frequentemente acusado de racismo.

"A Universal Pictures já havia suspendido a campanha promocional do filme (após os dois episódios mais recentes de tiroteio) e decidiu agora, após uma reflexão profunda, cancelar os planos de estreia do mesmo", afirmou o estúdio. "Apoiamos nossos cineastas e continuaremos contribuindo para distribuir os filmes desses criadores visionários e ousados, como os que produziram este thriller satírico e social, mas entendemos que não é o momento indicado para a estreia do filme", afirma o comunicado.

The hunt foi dirigido por Craig Zobel e escrito por Damon Lindelof, criador e roteirista da série de TV Lost. (AFP)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade