Publicidade

Estado de Minas

Saiba como é a versão da Netflix de 'Os Cavaleiros do Zodíaco'

Remake preserva características visuais dos personagens icônicos dos anos 1990, mas com alterações na trama


postado em 26/07/2019 04:11

Ícones dos anos 1990, Jabu, Shiryu e Seiya estão de volta (foto: Netflix/divulgação)
Ícones dos anos 1990, Jabu, Shiryu e Seiya estão de volta (foto: Netflix/divulgação)


– Meu avô, Mitsumasa Kido, planejou um torneio secreto no qual apenas cavaleiros convidados poderiam participar. Ele o chamou de Guerra Galática. Apenas um de vocês, cavaleiros de bronze, ganhará o símbolo da classe mais alta entre os cavaleiros, a armadura de ouro. Meu avô acredita que todos vocês poderiam ser os escolhidos, mas pode haver apenas um vencedor na Guerra Galáctica – diz Saori.

– Olha só, ainda dá tempo de vocês meterem o pé fora daqui. Assim a gente economiza tempo e vocês não passam vergonha – comenta Jabu, aos risos.

–  Isso não é piada. Cavaleiros não devem usar sua armadura e seu cosmos por conta própria. Lutar nesse torneio trará consequências para todos nós. E para você, Seiya, vai valer a pena? – pergunta Shiryu.

– Tenho meus motivos. Vou fazer o que preciso fazer – responde Seiya.

As vozes em português são as mesmas dos anos 1990. No entanto, a cena que apresenta a Guerra Galáctica, primeiro acontecimento da série original, lançada na TV brasileira em 1994, tem suas diferenças na versão de Saint Seiya: Os Cavaleiros do Zodíaco criada pela Netflix. Agora, os jovens guerreiros usam celulares e GPS para chegar ao local da batalha. Além disso, o torneio entre os cavaleiros de bronze ocorre no segundo dos seis episódios da temporada inaugural.

O mais novo anime da Netflix revive a saga que virou febre mundial, mantendo os principais elementos, mas sob roupagem mais moderna e com alterações no enredo. Além do time de dubladores, a temática envolvendo reencarnação dos deuses Poseidon e Hades com a intenção de atacar Atena e destruir a Terra parece estar de volta, bem como os cavaleiros protegidos por armaduras e usando a cosmoenergia para lutar por Atena. Porém, dá para perceber pouco sobre os rumos da trama.

Assim como o início da antiga versão, os primeiros episódios se concentram na Guerra Galática e na aparição dos cavaleiros negros, comandados por Ikki de Fênix. Quem é familiar à trama sabe que ainda há muito a acontecer nas próximas temporadas. Uma das novidades é o vilão Vander Guraad. Antigo amigo de Mitsumasa Kido, ele o trai ao descobrir a existência do Santuário e dos cavaleiros de Atena. Seu objetivo é usar esse conhecimento para outros interesses. Apesar de recursos gráficos mais elaborados e da preservação de vários aspectos visuais, a nova versão se mostra mais simplória e infantil do que a original.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade