Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Documentário mostra os 35 anos da banda de rock Ultraje a Rigor

Filme de Marc Dourdin relembra a cena musical brasileira durante os anos 1980, em que o humor roqueiro desafiou a ditadura militar


postado em 31/01/2019 05:03

Roger se surpreende com os 35 anos de sua banda (foto: Mamute Filmes/divulgação)
Roger se surpreende com os 35 anos de sua banda (foto: Mamute Filmes/divulgação)


O rock nacional dos anos 1980 era pujante. Só para citar algumas bandas que surgiram naquela época: Titãs, Barão Vermelho, Capital Inicial, Os Paralamas do Sucesso e muitas outras que sobrevivem até hoje. Ultraje a Rigor nasceu nesse cenário em que os grupos misturavam bom humor e críticas sociais e políticas.

Quem não se lembra de Nós vamos invadir sua praia, Marylou, Ciúmes, Pelado e Inútil? Algumas dessas canções sofreram censura na época do lançamento, já que o Brasil, até 1985, vivia o período da ditadura militar.

“De certa forma, o Ultraje foi atravessando e se adaptando à mudança na história do rock nacional e do mercado fonográfico ao longo de seus mais de 35 anos. O filme mostra isso e, em muitos momentos, pontua o que estava ocorrendo no Brasil naquele período”, enfatiza Marc Dourdin, diretor do documentário sobre o grupo. Nesta quinta-feira (31), o filme estreia em BH, com sessão às 19h, no Pátio 3.

Ultraje tem depoimentos de integrantes de todas as fases da banda, lembrando os 15 discos lançados. A primeira formação contava com Roger no vocal, Leôspa na bateria, Silvio no baixo e Edgar Scandurra na guitarra.

“Minha ideia inicial era tocar na noite, fazer cover e tal. A gente teve muito cuidado de fazer músicas que fossem duradouras. Sinceramente, não esperava (o sucesso). Um cara mais jovem não tem noção do que é o tempo. Achava que se durasse cinco anos seria um puta tempo. E já estamos há quase 35 já”, afirma Roger em um trecho do documentário.

Com Roger, Bacalhau, Mingau e Marcos Kleine, Ultraje a Rigor continua fazendo shows e tem participação fixa no programa The noite, de Danilo Gentili, atração do SBT/Alterosa.


Publicidade