UAI
Publicidade

Estado de Minas CIÊNCIA

Buraco negro raro é achado em galáxia vizinha da Via Láctea

O buraco negro é menor do que os que ocorrem quando estrelas se explodem e maior do que os que surgem nos centro das galáxias


25/01/2022 15:38

Buraco negro diferente é achado
Buraco negro diferente é achado em galáxia vizinha da Via Láctea (foto: Iván Éde)

Uma equipe de astrônomos da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, encontrou um buraco negro diferente de qualquer outro. Isso porque ele é menor do que os localizados nos centros das galáxias e maior do que os que surgem quando uma estrela explode. Isso faz dele um dos únicos buracos negros de massa intermediária que se tem conhecimento. A descoberta foi publicado no The Astrophysical Journal em 11 de janeiro.
De acordo com os cientistas, o buraco negro está escondido dentro da B023-G078, um enorme aglomerado estelar em nossa galáxia vizinha mais próxima, Andrômeda.

O B023-G078 era considerado um aglomerado globular de estrelas, mas os pesquisadores argumentam que, em vez disso, trata-se de um núcleo despojado. Núcleos despojados são remanescentes de pequenas galáxias que caíram em galáxias maiores e tiveram as estrelas externas arrancadas por forças gravitacionais. O que resta é um núcleo minúsculo e denso orbitando a galáxia maior e, no centro desse núcleo, um buraco negro.

Os pesquisadores já acreditavam nessa hipótese durante muito tempo, mas agora eles conseguiriam provar a existência do buraco negro. Para isso, eles usaram dados do Observatório Gemini e imagens do Telescópio Espacial Hubble e calcularam a velocidade que as estrelas se moviam. Para elas se moverem da forma como estavam no aglomerado só seria possível com a presença de um buraco negro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade