Publicidade

Estado de Minas ACORDO ARTEMIS

Brasil deve mandar 1ª mulher à Lua em 2024

Evento de assinatura de acordo com a Nasa teve presença de Bolsonaro e do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman


15/06/2021 11:38 - atualizado 15/06/2021 12:20

(foto: Nasa/ reprodução)
(foto: Nasa/ reprodução)
O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE) assinaram em evento no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (15/6), o Acordo Artemis.

Segundo as pastas, o programa da Agência Espacial Americana (Nasa) pretende levar a primeira mulher e o próximo homem à superfície lunar em 2024 enquanto desenvolve as tecnologias para organizar uma missão humana a Marte. A iniciativa conta com colaboração de parceiros comerciais e internacionais e prevê duas missões antes do pouso na superfície da Lua.

De acordo com o ministro da Ciência e Tecnologia, o astronauta Marcos Pontes, a medida traz inúmeras vantagens ao Brasil. "Isso vai permitir engajamento das nossas universidades, vai permitir a preparação de novos recursos humanos para a área de tecnologia, preparação de novos pesquisadores do futuro, ter possibilidade de participação de pesquisadores, centros de pesquisa e empresas. É uma oportunidade muito grande para o Brasil, que vai ser feito de acordo com a nossa possibilidade técnica, científica, financeira. Então vai ser feito gradualmente. Isso abre caminho para muitos jovens", apontou.

A solenidade contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, do ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto França, e do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade