Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

O Guarani celebra 150 anos de sua estreia

Peça de Carlos Gomes, considerado o maior compositor de óperas do Brasil, estreou no famoso Teatro Scalla de Milão. Depois e até hoje foi encenada em diversos teatros do mundo e do país


postado em 19/03/2020 04:00

(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
A data de hoje marca o aniversário de 150 anos da estreia no famoso Teatro Scalla de Milão da ópera O guarani, de autoria de Carlos Gomes, considerado até hoje o maior compositor de óperas do Brasil. Tendo em conta o difícil público milanês, a ópera estreou com grande sucesso, o que surpreendeu até o próprio Carlos Gomes e o imperador dom Pedro II, que tinha financiado o compositor brasileiro. Hoje, O guarani, que relata a história da paixão do índio Peri pela aristocrática Ceci, anda meio esquecida do repertório operístico nacional. A sua protofonia é a peça mais tocada.

Mistério
Quem o responsável?

Várias questões misteriosas, fatos sem esclarecimento, indagações sem respostas têm se registrado no Brasil nos últimos tempos. Entre os mais famosos estão o de descobrir qual a origem do vazamento de óleo nas praias de Nordeste e quais foram os mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco. Questões angustiantes. Já no presente momento, com o aumento para 14 do número de pessoas que fizeram parte da comitiva do presidente Jair Bolsonaro à sua recente viagem aos Estados Unidos contaminadas com o coronavírus, impõem-se algumas perguntas cruciais. Quem teria sido o principal disseminador do vírus entre os ilustres integrantes da delegação? De que maneira eles teriam sido contaminados? Foi um integrante da comitiva ou teria sido um estranho quem teria contaminado tantas pessoas no grupo? Por que razão o presidente Bolsonaro ficou imune à contaminação? Teria sido obra do PT? Alguém da comitiva, em fase de incubação do vírus, já embarcou doente, mas sem sintomas? Enfim, são dezenas de incógnitas envolvendo tão eméritos personagens vitimados por tão estranho acontecimento. Para explicar, só mesmo a alegação do bispo Edir Macedo: o responsável foi satanás. E vocês, o que acham?

Imposto de Renda
Adiamento?

Como a onda de adiamentos e cancelamentos de eventos, compromissos e encontros de todos os tipos tomou conta da nação atingida pelo coronavírus, uma questão ainda permanece sem resposta nesta onda desvairada. A entrega da declaração do Imposto de Renda, marcada inapelavelmente para 30 de abril, será também adiada ou se manterá firme e forte no calendário do brasileiro? Eis aí uma dúvida cruel que a Receita Federal precisa esclarecer o mais rápido possível. Na opinião da coluna, a Receita vai manter inalterável a entrega da declaração em 30 de abril. E ainda por cima poderá multar a pessoa que aventar tal possibilidade. Brincadeira tem hora!

Pânico?
Previsão do Imperial College

Uma junta de 30 médicos infectologistas do Imperial College da Inglaterra divulgou ontem um dos piores prognósticos sobre as consequências do coronavírus, relativo apenas aos mortos que a doença poderá provocar nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha. Segundo a previsão dos infectologistas, se não for decretada a quarentena geral nos dois países, o número de mortos no pico da disseminação da doença poderá ser de 1,2 milhão nos Estados Unidos e 250 mil no Reino Unido. Até agora, ninguém tinha falado em milhão de mortos. Minha Santa Gertrudes!

Congressos
Haja cancelamentos

O urologista de BH Luiz Otávio Torres, na qualidade de presidente da International Society of Sexual Medicine (ISSM) e diretor de relações internacionais da Sociedade Brasileira de Urologia, deveria comparecer neste primeiro semestre a três congressos internacionais de urologia – na Holanda, em Washington e no Japão. Os dois primeiros já foram cancelados. O congresso de urologia e oncologia, a se realizar em São Paulo, de 2 a 4 abril, também foi cancelado. Não tem por onde escapar. Já pensaram no número de passageiros que as empresas aéreas estão perdendo?

Índia
Fato inédito

Nenhuma entidade mundial de saúde, a começar pela OMS, nesta fase de expansão do coronavírus pelo mundo, está entendendo o que vem ocorrendo na Índia. Até agora, o número de contaminados no país é um dos mais baixos do mundo, embora o país seja a segunda nação mais populosa do planeta e onde as condições sanitárias sãos as mais terríveis e pobres da Terra. Onde um cidadão vive amontoado no outro. Deve ser por puro milagre. Não há explicação.

Cervejaria mineira
Destaque nacional e internacional

A Jairo’s Cervejaria, de Betim, traz para Minas Gerais mais uma medalha, agora de prata, com sua Wien. Em 22 de fevereiro, a empresa disputou o 30º International Beer Festival Budweis, na República Tcheca, que contou com a participação de 3.285 rótulos de 264 cervejarias de 24 países. A Original Gangster mineira levou a medalha de bronze na categoria american indian pale ale. Na categoria american pale ale, a Midnight Walk, a APA da Jairo’s, ficou em quinto lugar.

Dia de São José
Data festejada

Hoje é o Dia de São José, o padrasto de Jesus Cristo, figura admirada e simpática do calendário cristão, data que marca o seu nascimento. Até a ONU resolveu homenagear o santo, declarando a data como o Dia Mundial do Artesão. No Brasil, é o Dia do Marceneiro e o Dia do Carpinteiro. São José exercia essas duas funções. Também no Brasil, em mais de 100 cidades e povoados, o Dia de São José é feriado municipal.

BDMG
Crédito aberto

O presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, Sérgio Gusmão, em medida das mais acertadas, anunciou no início da semana a abertura de novas linhas de crédito para as 36 mil empresas de saúde existentes em Minas, principalmente as que operam na fabricação de máscaras, álcool em gel, luvas, material cirúrgico e outros itens de atendimento hospitalar. Tornou-se evidente que essas empresas terão de aumentar drasticamente a sua produção nesses setores, a fim de suprir o mercado. Foram abertas três linhas de crédito diferenciadas, com detalhes específicos de acordo com o valor do faturamento anual de cada empresa e de suas linhas de produção.

Baladas
Todas de máscaras

Duas das mais badaladas boates de garotas de programa de São Paulo estão funcionando desde o início da semana com as gentis recepcionistas usando máscaras preventivas. Tudo para atender às determinações das autoridades sanitárias no sentido de evitar a disseminação do coronavírus. Já os ousados clientes presentes nas noitadas, se por um lado elogiam a medida, do outro se queixam de que não podem ver o rosto das meninas. Não sabem se elas são bonitas ou não, já que as cordiais garotas não querem tirar as máscaras. Problema grave.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade