Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Barista mineira se prepara para disputa mundial na Austrália

Júlia Fortini, da Academia de Café, que já derrotou outros 25 participantes, vai levar o grão mineiro para a competição em Melbourne


postado em 11/03/2020 04:00

A barista mineira Júlia Fortini, campeã nacional, entre os cafeicultores Bruno de Souza e João Sidney, em Campos Altos. Ela se prepara para disputar o campeonato mundial na Austrália (foto: Academia do Café/Divulgação )
A barista mineira Júlia Fortini, campeã nacional, entre os cafeicultores Bruno de Souza e João Sidney, em Campos Altos. Ela se prepara para disputar o campeonato mundial na Austrália (foto: Academia do Café/Divulgação )

A celebrada barista mineira Júlia Fortini, da Academia de Café, empresa de BH especializada em cafés de qualidade, vencedora do último Campeonato Brasileiro de Brewers Cup, quando derrotou outros 25 competidores, está agora em preparativos para participar do campeonato mundial de brewers, a se realizar de 23 a 26 de maio em Melbourne, na Austrália. É a maior competição do mundo no setor, em que os competidores devem, entre outras, preparar três tipos de cafés para um júri internacional, utilizando cafés fornecidos pela organização e um de escolha própria. Ela deve levar café mineiro para a competição. Baristas de 36 nações estarão presentes.

Serra do Espinhaço
Patrimônio Agrícola Mundial

Evento de grande importância para o setor da agricultura tradicional de Minas Gerais e de significação histórica para o sistema agrícola brasileiro terá lugar hoje em Brasília, com a solenidade do anúncio oficial, pelo representante no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), do reconhecimento do Sistema de Agricultura Tradicional da Serra do Espinhaço como Patrimônio Agrícola Mundial. Trata-se da proclamação pela FAO do primeiro Patrimônio Agrícola Mundial, não só de Minas Gerais como também do Brasil. O reconhecimento envolve as seis comunidades de apanhadoras de sempre-vivas de Diamantina, Buenópolis e Presidente Kubitschek. A solenidade de proclamação será realizada no Ministério da Agricultura, com presenças do representante para o Brasil da FAO, Rafael Zavala, da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e do secretário da Agricultura de Minas Gerais, José Ramos Roseno.

República Tcheca
Palestra do embaixador

O embaixador Márcio Cambraia, mineiro de BH, representante do Brasil na República Tcheca, que circula no Brasil no fim deste mês, estará na capital mineira, em 25 de março, quando faz palestra na sede do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec) sobre o tema “A República Tcheca e o Brasil: análise política e diplomacia”. O público será formado principalmente por alunos dos cursos de pós-gradução do Ibmec. Às 13h30.

Aeroportos
Ampliação do FNAC

Está em andamento no Senado Federal projeto de lei do senador Antonio Anastasia que tem como objetivo expandir a utilização da grande soma de recursos do Fundo Nacional da Aviação Civil (FNAC) para outras atividades ligadas à aviação regional e desenvolvimento da rede de aeroportos existente no Brasil, além do que é fixado no atual texto do fundo. No momento, o dispositivo conta com reserva de R$ 35 bilhões em caixa, dinheiro que somente pode ser utilizado para projetos de construção e disposição estrutural dos aeroportos brasileiros. A ampliação do uso dos recursos da FNAC virá beneficiar não só toda a rede nacional de aeroportos como também o turismo, o comércio, a economia dos municípios sedes de aeroportos e o sistema do transporte aéreo do país.

Gorbatchov
O fim da URSS

A propósito do aniversário de 89 anos do ex-líder da União Soviética Mikhail Gorbatchov, ocorrido na semana passada, a data de hoje marca o aniversário de 35 anos da subida ao poder de Gorbatchov como secretário-geral do Partido Comunista da Rússia e o início do fim da União Soviética. Após a posse, devido à crise econômica na Rússia, Gorbatchov deu inicio à implantação da política da Glasnost, que viria a desmoronar por completo a estrutura do poder soviético. A marcha inexorável dos acontecimentos culminou em 1991 com a dissolução da estrutura do Partido Comunista e o colapso total da URSS, fato até então inacreditável. O regime marxista soviético ruiu de podre. Gorbatchov, que continua discretamente atuante, deu festa para comemorar seu níver.

Dez Tenores
Maratona de shows

O grupo vocal norte-americano Ten Tenors, formado por 10 tenores mais ou menos jovens, no próximo dia 19 inicia sua turnê pelo Brasil, apresentando-se em Curitiba e logo no dia seguinte em BH, no Palácio das Artes. Já no dia 21, tem compromisso no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, e no dia 22, no Unimed Hall, em São Paulo. É um show atrás do outro. Estarão numa correria dos diabos, tudo por conta de horários de voos. É desembarcar no aeroporto e sair correndo para o teatro. Tudo bem. Eles devem ter uma prática danada, pois, segundo o New York Times, já fizeram nada menos do que 2.500 shows em todo o mundo. A crítica fala muito bem da rapaziada.

Ambientalistas
Serra da Piedade

A respeito da nota de ontem sobre a audiência da Câmara de Atividades Minerárias e do Conselho Estadual de Política Ambiental para opinar sobre licença de mineração na Serra da Piedade, a coluna foi informada de que entidades ambientalistas de BH preparam uma série de manifestações de protesto caso haja manutenção da autorização para liberar a mineração na região. A Arquidiocese de Belo Horizonte, que mantém na Serra da Piedade um secular local de peregrinação, já tomou posição definida contra a autorização de atividades minerárias no espaço da serra.

Música instrumental
Seminário em BH

Belo Horizonte vai se tornar a capital nacional da música instrumental, com a realização do 1º Seminário Instrumental Além das Montanhas – Aqui ó Minas Gerais!, em 19, 20, 21 e 22 de março. Idealizado pelo guitarrista mineiro Toninho Horta, o seminário vai contar com a participação, aulas e apresentações dos maiores músicos do país, como dos também mineiros Wagner Tiso, Yuri Popoff e Nivaldo Ornelas, além dos bateristas Robertinho Silva e Paulo Braga. O evento, a se realizar no Centro Universitário Izabela Hendrix, foi idealizado para incentivar a interatividade, aperfeiçoamento musical e vivências da música mineira com músicos de todo o país. Estudantes e profissionais terão a oportunidade de conhecer e conviver durante os quatro dias do encontro com músicos, compositores e mestres da música instrumental de Minas e do Brasil, além de representantes da música produzida pelo Clube da Esquina, Som Imaginário e Orquestra Fantasma.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade