Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Nelson Freire tem concerto marcado para maio em BH

Pianista mineiro faz fisioterapia e se recupera da cirurgia no braço. Em outubro, ele caiu na calçada, no Rio de Janeiro


postado em 08/12/2019 04:00

(foto: Toca Seabra/divulgação)
(foto: Toca Seabra/divulgação)
Como o grande pianista mineiro Nelson Freire não é nem goleador do Flamengo nem cantor de rock, mas “apenas” um dos maiores virtuoses do planeta, a imprensa se calou a respeito de sua recuperação. Em outubro, ele quebrou o braço ao cair no calçadão da Praia da Barra, no Rio de Janeiro. A operação foi um sucesso, conforme se divulgou. Nelson já entrou no período de três meses de recuperação e está fazendo fisioterapia. Findo esse tempo, poderá retornar ao piano. Benzam os céus. Aliás, sua programação de concertos para 2020 já vem sendo divulgada. Em 27 de maio, ele toca no teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte.

FUSÃO
FIAT/CHRYSLER/PEUGEOT

O leigo em fusão de grandes empresas, ou seja, nas vantagens que a união de grupos poderosos pode trazer para os envolvidos, desconfia mas não chega a descobrir todos os benefícios dessa manobra. A anunciada fusão entre a Fiat Chrysler e a francesa Peugeot/Citroen, por exemplo, continua em andamento e deve se concretizar. O CEO do grupo já teria sido escolhido: o português Carlos Tavares, que comanda a Peugeot.

lll

Todas as marcas serão mantidas. A Fiat/Chrysler conta com nove: Fiat, Jeep, Dodge, Chrysler, Alfa Romeo, Maserati, Lancia, RAM e Iveco. A Peugeot/Citroen tem cinco: Peugeot, Citroen, Opel, Vauxhall e DS. A Fiat/Chrysler vende 4,8 milhões de veículos por ano. A Peugeot, 3,9 milhões. Mas a porca torce o rabo no quesito demissões. O assunto diz respeito a Minas Gerais, que abriga a enorme fábrica da Fiat em Betim. Só futuro esclarecerá o problema.

SALVE, 2020!
FERIADOS PROLONGADOS

O pessoal que adora um feriadão caprichado vai se divertir bastante em 2020, que proporcionará nada menos de nove simpáticos feriados prolongados. Os exagerados na matéria podem ter até quatro dias de folga. O 1º de janeiro, por exemplo, cai na quarta-feira. Aí há chance de cinco dias de moleza. Depois da dureza do carnaval e da semana santa, as folgas começam em 21 de abril, uma terça-feira. O 1º de maio cairá na sexta. E a maioria dos outros feriados será na segunda. Maravilha. O Ministério do Turismo diz que isso é bom para o setor, mas o Ministério da Economia discorda, pois a população ficará vários dias sem trabalhar. É prejuízo de bilhões.

LULA
EU SÓ QUERO NAMORAR

Muita gente deve ter notado que o ex-presidente Lula deixou de fazer estardalhaço nesses últimos dias. Amigos mais chegados têm explicação para o sumiço (temporário). No momento, ele se tornou adepto da letra do baião de Luiz Gonzaga: “Ele só quer/ só pensa em namorar”. Dizem também que a qualquer momento Lula pode anunciar a data de seu casamento com a namorada Rosângela, com quem passou alguns dias em Paraty, onde houve até protestos de moradores.

JOSÉ APARECIDO
RELEMBRANÇAS EM BRASÍLIA

O documentário sobre o político mineiro José Aparecido de Oliveira, apresentado no Festival de Brasília na semana passada, entra em cartaz em 10 de dezembro no Espaço Itáu de Cinema do Distrito Federal. Em seguida, será exibido em BH. No festival, foi lembrado que Aparecido, quando governador do DF, conseguiu que a Unesco desse à cidade o título de Patrimônio da Humanidade. Também na terça haverá lançamento do livro José Aparecido de Oliveira – O melhor mineiro do mundo.

LÁ VAMOS NÓS
BENJAMIN GUIMARÃES

Lançado no Mississippi em 1903, o vapor a lenha Benjamin Guimarães teve uma vida agitada desde que veio dos Estados Unidos para o Brasil, onde acabou atracado, a partir de 1920, no porto de Pirapora, no Norte de Minas. Daí em diante, navegou pelo Rio São Francisco. Nesses quase 100 anos, passou por inúmeras reformas e “operações plásticas”. Encostado por velhice, deve agora voltar a navegar. Na abertura da Semana Nacional do Turismo, em BH, o ministro Marcelo Álvaro Antônio anunciou que a past

DEVE E HAVER
CRÉDITOS PÚBLICOS

Interessante. A dívida pública do governo está calculada em cerca de R$ 2,4 trilhões. O que não é pouco. No entanto, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial, o governo teria a receber R$ 3,4 trilhões em dívidas tributárias relativas a causas já ganhas nos tribunais. Muitas ações de cobrança questionadas pelas devedoras estão há vários anos na Justiça e os valores estão sempre aumentando. Vai daí que se o governo receber pelo menos metade, o problema da dívida pública estaria resolvido. No entanto, se o governo decidir pressionar as devedoras até o limite extremo para receber os débitos, pode quebrá-las e levar a economia do país a uma situação de extrema debilidade. Enfim, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Et voilá.

DIEGO RIVERA
PINTURA DE CAVALETE

A data de hoje marca os 124 anos de nascimento do grande muralista mexicano Diego Rivera, também famoso por seu tumultuado casamento com a artista Frida Kahlo e sua paixão pela doutrina comunista. Nessa questão, demostrando seu radicalismo, afirmou que jamais se dedicaria à pintura de cavalete por se tratar de arte burguesa, com a exposição de telas restrita às paredes das casas dos colecionadores. Daí disparou a fazer enormes murais no México e mundo afora.

lll

Certa vez, Rivera se dedicou a pintar um mural para o Rockfeller Center, em Nova York, e colocou lá as figuras de Lenine, Stalin e Trotsky. Os Rockfeller não tiveram outra opção a não ser demiti-lo.

IDOSOS
REFORMULAÇÃO

Leitor que se diz idoso manda e-mail comentando dados recentes sobre a expectativa de vida dos brasileiros, que em 2018 era de 76,3 anos para os homens e 79 anos para as mulheres, mas o prazo já esticou em 2019. Protesta contra jornalistas que qualificam como idosos homens a partir de 50 anos (ou até menos). Diz que não tem cabimento nem mesmo pessoas com 60 e poucos serem chamadas assim. Os repórteres policiais, reclama, são mestres nisso. Hoje em dia, a partir dos progressos da medicina, apenas o cidadão septuagenário deveria ser classificado como idoso. E olhe lá. A coluna concorda.a vai providenciar a apreciável soma de R$ 3,7 milhões para recolocar o velho vapor em forma. Verdadeira relíquia, ele merece.














*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade