Publicidade

Estado de Minas

O elegante Brazil Foundation Gala será realizado na quinta-feira

O evento beneficente terá como cenário o ballroom do Hotel Plaza, em Nova York. Mineiros vão marcar presença, como sempre


postado em 08/09/2019 04:00

BRAZIL FOUNDATION
FESTA EM NOVA YORK

Em 12 de setembro, o elegante cenário do ballroom do Hotel Plaza de Nova York servirá novamente de cenário para o Brazil Foundation Gala, evento beneficente a se realizar pela 17ª vez com o objetivo de angariar fundos para projetos sociais no Brasil. Merece ser lembrado o fato de que o Gala nova-iorquino não é apenas badalação. Funciona realmente como importante fonte de recursos para iniciativas sociais. Desde a primeira edição, foram arrecadados US$ 40 milhões.

Mineiros em Nova York: Lucas Mendes e Angela Magarian, que faz parte do grupo de anfitriões do Brazil Foundation Gala 2019 (foto: Lúcia Tristão/Divulgação)
Mineiros em Nova York: Lucas Mendes e Angela Magarian, que faz parte do grupo de anfitriões do Brazil Foundation Gala 2019 (foto: Lúcia Tristão/Divulgação)

A principal atração deste ano será o Ballet de Paraisópolis, grupo formado em uma favela paulistana, tricampeão do Festival de Dança de Joinville. O casal Juliana e Roberto Sallouti, ele presidente do banco BTG Pactual, será o homenageado especial da noitada. Público de 400 convidados. O preço mínimo do ingresso individual é US$ 1,5 mil. Mesas de 10 lugares a partir de US$ 15 mil. Mineiros têm prestígio na festa. Angela Magarian é uma das patronesses.

MORRO DO CHAPÉU
BRINCANDO COM A SAUDADE

A escritora Jeane Beatriz Macedo Pacheco Antunes de Carvalho promove hoje, na Rua das Dálias, 136, Morro do Chapéu, tarde de autógrafos para o lançar o livro Brincando com a saudade e outros poemas. O encontro terá início às 15h30, em meio à paisagem agradável de um dos mais bonitos condomínios da cidade. Encontro com cocktail souper.

CORTE DE HAIA
DEVASTAÇÃO ECOLÓGICA

Desde 2017, o Tribunal Penal da Corte Internacional de Justiça de Haia passou a julgar processos envolvendo devastações ecológicas, exploração ilícita de recursos naturais e expropriação ilegal de terras. Todos esses crimes estariam sendo praticados no Brasil, mas até o momento não consta que fatos relativos a ações ilícitas na Amazônia tenham sido motivo de ações penais em Haia. O jurista francês William Bourdon, especialista em crimes ecológicos, disse que o governo brasileiro vem dando guarida a ações que contrariam o Estatuto de Roma. Inclusive, está disposto a denunciar o país na Corte Internacional. Aí no caso, é necessário verificar se decisões de Haia têm efeito prático no Brasil. Caso contrário, só funcionaria a condenação moral.

NO SENADO
BRASIL/CHILE

O senador Antonio Anastasia, um dia depois das críticas do presidente Bolsonaro à ex-presidente chilena Michelle Bachelet, que tiveram uma repercussão dos diabos, tomou posse como vice-presidente da Comissão Parlamentar Brasil/Chile, que cuida das relações interparlamentares entre os dois países. A posse ocorreu durante visita ao Senado do ministro das Relações Exteriores do Chile, Teodoro Ribera, acompanhado do embaixador chileno Fernando Schmidt. Momentos de confraternização amistosa, com cafezinho do Sul de Minas. Nada de comentários extradiplomáticos.

LENINGRADO
O MAIS LONGO DOS CERCOS

No calendário da 2ª Guerra Mundial, a data de hoje assinala o aniversário de 78 anos do início do cerco a Leningrado, o mais longo da história. A cidade de São Petersburgo ficou cercada durante 900 dias. A operação começou em 8 de setembro de 1941 e só foi terminar em 27 de janeiro de 1944, com 579 mil alemães mortos. Do lado russo, o Exército Vermelho acusou 1,017 milhão de baixas. O país registrou 2,418 milhões de mortos, feridos e doentes – 400 mil mortes ocorreram durante a evacuação. No início de 1944, os alemães já não tinham munição. O fracasso em Leningrado foi um tremendo adendo à derrocada nazista na Rússia, iniciada com a derrota em Stalingrado.

JOGOS
DADOS NO BRASIL

Em um de seus últimos relatórios, o Instituto Brasileiro do Jogo Legal (IBJL), que monitora continuamente as atividades do jogo no país, estima que o setor clandestino movimenta  R$ 22 bilhões anuais, sem pagar tributos. Já as atividades envolvendo jogos legais, a maioria bancada pela Caixa Econômica Federal, registra movimentação de cerca de R$ 14 bilhões. De acordo com o instituto, 10 milhões de brasileiros jogam diariamente em modalidades não tributadas. E não veem nada de errado nisso. Há também o jogo na internet, que atrai cada vez mais aficionados. A movimentação do jogo do bicho somaria R$ 12 bilhões. De certa forma, esses dados não passam de especulação. Mas que o pessoal joga, isso joga...

IBEF/MG
RECUPERAÇÃO DA USIMINAS

Tema dos mais interessantes será abordado no Encontro de Finanças, promoção da seção mineira do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef-MG), que será realizado em 17 de setembro na sede da entidade, no Funcionários. O palestrante será o vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores da Usiminas, Alberto Akikazu Ono. O case abordado será a recuperação econômico-financeira da siderúrgica. Ono foi diretor corporativo de Planejamento e Gestão durante a crise da Usiminas. Às 18h30.

SUPERMERCADOS
MAIORIDADE

A rede Super Nosso, fundada em setembro de 1998, está entrando na maioridade. Este mês, completa 21 anos de atuação na praça de BH e adjacências. Conta com 50 unidades: 21 lojas Super Nosso Gourmet, 11 lojas Momento Super Nosso e 18 atacarejos da marca Apoio Mineiro. Façanha do empresário Euler Fuad Nejm. Trata-se de uma empresa familiar. Rafaela e Rodolfo, filhos de Nejm, são diretores do grupo. Este ano, devem ser abertas mais sete lojas.

INGREDIENTES
CERVEJA ARTESANAL

As cervejas artesanais continuam em alta. No consumo e no preço. A propósito, estão em processo de análise as consequências do cancelamento de limites impostos ao uso de arroz e do milho na fabricação da bebida. Os dois cereais poderão ser usados em maior proporção, ocupando o lugar do malte e da cevada. As artesanais até podem ficar mais baratas, mas devem perder qualidade, dizem os entendidos. E advertem: de cerveja aguada, já bastam as que estão por aí.


Publicidade