Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas BOMBA DO JAECI

A força de um gigante que não deve ser subestimado

Ronaldo e Pezzolano garantem contratações pontuais agora em julho para o Cruzeiro


25/06/2022 04:00 - atualizado 25/06/2022 07:41

Cruzeiro perde para o Fluminense por 2 a 1, no Maracanã, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Time atuou com um jogador a menos durante mais da metade do confronto
Cruzeiro perde para o Fluminense por 2 a 1, no Maracanã, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Time atuou com um jogador a menos durante mais da metade do confronto (foto: Staff Images/Cruzeiro)

O Cruzeiro encarou o Fluminense, no Maracanã, com um jogador a menos desde o fim do primeiro tempo, suportou a pressão e perdeu por 2 a 1, deixando a decisão da vaga paras às quartas de final da Copa do Brasil para o jogo de volta, no Mineirão, com casa cheia. Li uma matéria dizendo que o “Cruzeiro não ganhou de nenhum time da Série A”. Ok, mas vejam o time modesto que o Cruzeiro montou, com R$ 35 milhões anuais de orçamento. A diretoria passada queria, de forma irresponsável, trabalhar em cima de um orçamento de R$ 95 milhões, devendo até as cuecas. Coisa de dirigente amador. Com Ronaldo Fenômeno, as coisas estão no eixo, os salários em dia e o time voando na Série B, que é realmente onde ele tem que voar. E não subestimem esse gigante. O único hexacampeão da Copa do Brasil pode sim passar pelo Flu, no Mineirão. Para isso, conta com a força da China Azul.

CONTRATAÇÕES


O técnico Paulo Pezzolano já acenou que Ronaldo Fenômeno vai contratar agora na janela de julho para fortalecer a equipe e garantir a manutenção da bela campanha, para voltar à elite, matematicamente, o mais rapidamente possível. Ele garante, entretanto, que não serão muitos reforços e sim jogadores pontuais, principalmente um camisa 10. A torcida sugere a Ronaldo que traga um ou dois jogadores do seu time na Espanha, o Valladolid, por empréstimo, até o Cruzeiro subir. Não é má ideia. Dono dos dois times, o Fenômeno pode muito bem fazer isso. De qualquer forma, a promessa de reforços será cumprida. Vale lembrar que, pela média dos últimos cinco anos, com 62 pontos uma equipe sobe, pelo menos em quarto lugar. Faltando 25 jogos, ou 75 pontos em disputa, o Cruzeiro precisaria de mais 31 para garantir o acesso. Porém, com a campanha belíssima, deverá ser campeão e passar dos 70 pontos.

DIA 13 SERÁ DIFERENTE


Conversei com o técnico Dorival Júnior logo após a derrota do Flamengo para o Atlético, por 2 a 1, pela Copa do Brasil. Ele me disse que até o jogo de volta, dia 13, as coisas estarão melhores e o Flamengo mais compactado e consciente do que deve fazer. Questionei Diego Alves, goleiro que falha muito e que já deu o que tinha de dar ao Rubro-negro. Dorival me disse que é preciso recuperar jogadores vencedores, mas a informação que tenho é a de que o goleiro Santos será titular hoje, contra o América, e que só não jogou contra o Galo porque ainda não estava em condições. É sabido também que a geração de 85 está com os dias contados no clube. Diego Alves, Diego Ribas e Filipe Luiz não terão os contratos renovados. Desses, o lateral-esquerdo deverá ficar no clube como auxiliar técnico permanente, já que manifestou o desejo de ser treinador.

NÃO DEVERIA TER IDO EM 1986


Em entrevista ao Charlapodcast, dos amigos Beto Júnior, meu companheiro da rádio Tupi, e Bruno Cantarelli, Zico disse que não se arrepende de nada com aquela Seleção de 1982, e que a derrota para a Itália aconteceu porque o adversário tinha grandes jogadores também. Ele disse que se arrependeu de ter ido à Copa de 1986, pois estava sem condições e trabalhou o tempo todo na sala de musculação para recuperar o joelho operado. Falou ainda que chegou a conversar com Telê para não ser convocado, mas que chamado não poderia deixar de representar seu país, ainda que com poucas condições clínicas. “Eu deveria ter ouvido o meu coração e não ter ido àquele Mundial”, disse Zico. O Charlapodcast tá bombando, sempre com entrevistas espetaculares.


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade