Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DE JAECI CARVALHO

Galo garante liderança do Grupo H e briga por primeiro lugar geral

Keno fez o gol da vitória do Atlético nos acréscimos


19/05/2021 23:20

Galo venceu com gol de Keno nos acréscimos(foto: AFP / POOL / NORBERTO DUARTE)
Galo venceu com gol de Keno nos acréscimos (foto: AFP / POOL / NORBERTO DUARTE)
O Atlético derrotou o Cerro Porteño por 1 a 0, em Assunção, e garantiu o primeiro lugar do Grupo H, garantindo a vantagem de jogar a segunda partida em casa nas oitavas de final. Além disso, neste momento, é o maior pontuador, com 13 pontos, e pode levar a vantagem de jogar em casa até a semifinal, caso derrote o La Guaira na terça que vem, no Mineirão. 


Foi um jogo tecnicamente fraco, pois o técnico Cuca optou por poupar a maioria dos titulares, entre eles, Nacho e Hulk, pensando na decisão do Campeonato Mineiro, sábado, às 16h30, contra o América.

Porém, Cuca tem suas convicções e o direito de fazer suas opções.

Cá pra nós, o time paraguaio é muito fraco e seria até possível vencê-lo, sem muito esforço. Como não há torcida, não vejo muita diferença entre jogar em casa ou fora. Isso, na teoria, antes de o jogo começar. Com a bola rolando, a história poderia ser outra. O Cerro foi o primeiro a chegar com um belo chute que bateu na rede pelo lado de fora. 

Só a vitória interessava ao time paraguaio. Enquanto isso, o River, com Enzo Pérez no gol e sem reservas, por causa da contaminação de 20 jogadores com Covid-19, vencia o Santa Fe por 2 a 0, com 10 minutos de jogo. Time argentino tem muita garra mesmo! E a Conmebol é uma vergonha. Essa partida deveria ter sido adiada.

Arana fez bela jogada e chutou forte. O goleiro Jean fez belíssima defesa. O time paraguaio, reconhecendo suas deficiências, jogava nos contra-ataques. Não tinha repertório, nem imaginação. Joguinho muito ruim. Eu defendo a Libertadores disputada por 20 clubes, assim qualificaria a competição. Quantidade não é qualidade. Temos jogos sofríveis com 32 clubes. 

Gabriel chegou atrasado e fez falta quase na linha da área. Por sorte, na batida a bola foi para fora. Vargas recebeu um presente, na marca do pênalti, mas, com sua incompetência, demorou o perdeu o gol. Fraquíssimo esse chileno, que ganha R$ 1 milhão por mês! Uma contratação absurda! Assim, terminou o primeiro tempo.

O segundo tempo começou com o Cerro um pouco mais incisivo. O Galo continuava na sua cadência. O empate lhe garantia o primeiro lugar do grupo, mas não o geral. A partida era muito ruim. Hulk, Keno e Zaracho entraram no segundo tempo. 

Com a derrota do Flamengo para a LDU, naquele momento, se o Galo vencesse seria o maior pontuador, a uma rodada do fim da fase de grupos. Dodô entrou na vaga de Arana. O Galo não tinha intensidade e não queria se arriscar a tomar um gol. 

O tempo foi passando, mas a maior emoção estava reservada para o fim. Keno recebeu na esquerda, limpou para o meio e bateu forte. Galo 1 a 0, garantindo o primeiro lugar do grupo com 13 pontos, e o maior pontuador até aqui. 

O Galo pode ser o melhor time da primeira fase da Libertadores, fechando-a com 16 pontos. Agora é virar a chave e pensar na decisão do Mineiro, sábado, contra o América, no Mineirão. 

No Maracanã, o Flamengo se classificou empatando com a LDU por 2 a 2. Na Argentina, o River Plate, com Enzo Pérez, jogador de linha no gol, foi guerreiro e venceu o Santa Fe por 2 a 1. 

O time argentino não tinha nenhum jogador no banco, pois estava com 20 atletas fora contaminados pelo coronavírus. Uma covardia da Conmebol, que obrigou o time argentino a jogar.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade