Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DE JAECI CARVALHO

Cruzeiro dá mais um vexame. A Série C é logo ali!

Se um estranho chegasse no Mineirão acharia que o Sampaio Corrêa era o Cruzeiro


08/10/2020 20:28

(foto: Juarez Rodrigues/EM/D. A Press)
(foto: Juarez Rodrigues/EM/D. A Press)
O Cruzeiro sofreu mais uma derrota vergonhosa, no Mineirão, dessa vez para o Sampaio Corrêa, time modesto, mas muito bem dirigido: 2 a 1. O resultado fez o clube celeste  descer mais uma posição, muito perto da lanterna da Série B. A caminho da C.

Se um estranho chegasse no Mineirão acharia que o Sampaio Corrêa era o Cruzeiro, tamanha a facilidade que encontrou para jogar. O time azul não tem esquema tático, não consegue concretizar uma jogada decente, não consegue criar. Sassá, a exemplo do que acontecia com Marcelo Moreno, corre de um lado para o outro, sem ter com quem dialogar. 

O time do Maranhão era melhor o tempo todo. Bem organizado e com um toque de bola muito bom. E mostrou o seu cartão de visitas em uma bela cabeçada de André Luiz, para o chão, e o goleiro Fábio se destacou, com grande defesa. E foi premiado quando Luís Gustavo tocou para Roney, que entrou na área e chutou por baixo do corpo de Fábio. Sampaio Corrêa 1 a 0.

E o time do Nordeste continuou em cima, criando situações de gols. O Cruzeiro nada construía. Estava entregue. Pimentinha bagunçava o lateral-esquerdo azul. Ele entrou pela direita e chutou forte. A bola desviou na zaga e quase engana Fábio. 

No lance seguinte, em contra-ataque, o mesmo Pimentinha entrou livre na área, e, diante de Fábio, relutou em chutar e tentou tocar para o companheiro, mas a bola foi para fora. 

O Cruzeiro estava perdidinho. A única alternativa do Cruzeiro era nas bolas paradas. E foi assim que conseguiu seu gol de empate. Felipe Machado cobrou falta e Manoel subiu para empatar 1 a 1. Se houvesse justiça no futebol, o Sampaio teria saído do primeiro tempo com a vitória. O que fizeram com o Cruzeiro? Acabaram com o time azul!

No segundo tempo, mesmo com as mexidas de Ney Franco, nada mudou. O Sampaio Corrêa continuava dando as cartas. Pimentinha, pela direita, infernizava. E foi dele a jogada do segundo gol. Arrancou pela direita, entrou na área e serviu Caio Dantas, que chutou colocado, no cantinho. Sampaio 2 a 1. 

Os jogadores pareciam estar em casa, tamanha a facilidade que encontravam. 

Já os do Cruzeiro estavam desnorteados. Que time ruim, sem corpo, sem alma, sem futebol. É muito triste observar o Cruzeiro nessa situação. Porém, lá atrás eu avisei que esse time não sobe, mas, como tem gente que gosta de fazer média, alguns torcedores se iludiram. 

O tempo passava e não havia perspectiva de empate para o Cruzeiro. Talvez uma bola parada ou nada mais. Manoel teve outra chance, após cobrança de escanteio. Dessa vez, cabeceou para fora. Em seguida, Sassá fez boa jogada e chutou. O goleiro espalmou e Thiago perdeu um gol incrível. Antes, num contra-ataque, quase o Sampaio fez o terceiro. Não havia mais tempo para nada. Mais uma vergonhosa derrota do Cruzeiro. Em casa ou fora, ninguém, mais respeita o time azul.


FORA DEFINITIVAMENTE


Nos tribunais o Cruzeiro sofreu uma derrota definitiva ao ser excluído do Profut, após recurso negado na APFut. Perdeu por 6 a 4, e não pode mais recorrer. Agora, será cobrado sem dó nem piedade pela União, o que vai dificultar ainda mais a vida financeira do clube. Mais uma irresponsabilidade de quem deixou de pagar o parcelamento conseguido no programa. A situação é mesmo pré-falimentar e os torcedores cobram dos ex-dirigentes, afastados do clube, o dinheiro desviado, e a prisão deles pela Justiça.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade