Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DO JAECI

Vergonha: Atlético eliminado pelo Afogados na Copa do Brasil

"Ninguém mais respeita o futebol brasileiro. Tite e os técnicos retranqueiros, que acabaram com o nosso futebol, são os responsáveis por isso"


postado em 27/02/2020 04:00 / atualizado em 27/02/2020 02:27

No tempo normal, Michael levou dois gols em falhas individuais dos defensores atleticanos: nas penalidades, pouco pôde fazer(foto: BRUNO CANTINI/ATLÉTICO)
No tempo normal, Michael levou dois gols em falhas individuais dos defensores atleticanos: nas penalidades, pouco pôde fazer (foto: BRUNO CANTINI/ATLÉTICO)


O Atlético protagonizou um dos maiores vexames de sua história ao ser eliminado pelo Afogados, de Pernambuco, ontem, nas penalidades. No tempo normal houve empate em 2 a 2, sendo que o time pernambucano esteve à frente do placar por duas vezes. Não há outra resposta da diretoria que não seja a demissão do técnico Dudamel, de sua equipe de trabalho e de vários jogadores que não têm tamanho nem história para vestir a camisa alvinegra. Há quem peça a renúncia da diretoria. O Atlético é um protótipo, um time “sem vergonha”, como cantam os torcedores. Uma equipe sem corpo, sem alma, sem qualidade. Acumula, só neste ano, a eliminação na Copa Sul-Americana na primeira fase e agora na Copa do Brasil, na segunda fase. Resta o Brasileiro, no qual, mais uma vez, ele vai figurar e bater palmas para o campeão. Não é esse Atlético que o torcedor se acostumou a ver. Aquele Galo, vencedor em 2013 e 2014, respeitado, não existe mais. Hoje é esse saco de pancadas, mal gerido, maltratado, que não tem dó de sua fantástica e fanática torcida. Uma vergonha! Como essa delegação vai ter coragem de encarar seu torcedor no aeroporto? Só peço que haja paz e respeito, pois as coisas têm que ser resolvidas no diálogo, na conversa, sem qualquer tipo de violência. O sentimento do torcedor atleticano é de vergonha, de vexame. Ele está arrasado. Providências têm de ser tomadas de forma urgente. Devolver ao atleticano aquele time de 2013 e 2014 é obrigação! Chega de humilhação!

O torcedor me pergunta o motivo de a Seleção Brasileira ir mal nas mãos de Tite. É simples: jogadores titulares no time do gaúcho, que de bola pouco entende, são reservas nos principais times europeus. Quarta-feira, observando Chelsea e Bayern de Munique – que, aliás, deu um chocolate no time inglês, metendo 3 a 0 no jogo de ida da Champions League –, pude ver Philippe Coutinho no banco. Ele, que é cadeira cativa na Seleção de Tite, não consegue jogar no time alemão, como não conseguiu jogar no Barcelona. O clube catalão investiu R$ 750 milhões nele e não vai conseguir recuperar nem mesmo a metade disso. Um péssimo negócio, que acabou com a fortuna que o Barça havia arrecadado na venda de Neymar. Mas, para Tite, Coutinho é imprescindível. Elogia-o a todo momento: “O Couto – é assim que ele o chama – joga muito. É um jogador diferenciado”. Esse Tite é mesmo um fanfarrão. Acha que somos bobos ou otários, e que acreditamos em suas mentiras. Não, Tite! Comigo, não! Você pode fazer média com seus puxa-sacos, que de bola nada entendem. Não sou matemático, não gosto de números. Gosto de ver quem é quem nos jogos e, particularmente, acompanho futebol do mundo inteiro, ao contrário de você, que somente depois que virou técnico da CBF passou a viajar para a Europa para assistir aos jogos. Já cobri 11 finais de Champions League. Nessa competição, estou na estrada desde 2005, em Istambul, na Turquia, quando o Liverpool perdia de 3 a 0 para o Milan, no primeiro tempo, empatou na segunda etapa e foi campeão nas penalidades.

Olhei para o time do Chelsea e vi Willian, que você ama, no banco de reservas. Sim, Tite, ele também é reserva na Inglaterra. Olhei para Barcelona e Napoli e percebi que Arthur é reserva. Esse eu até acho bom jogador. Olho para o Manchester City e percebo que Gabriel Jesus é outro reserva. Seu intocável, que você pôs na ponta direita dizendo ser ele um falso 9. É Tite, você deve entender de futebol mais que os 200 milhões de brasileiros, afinal, esse futebol pobre e abaixo da crítica da Seleção o credencia a isso. Você nos enganou nas Eliminatórias para a Copa'2018. Foi um fiasco na Rússia, com dificuldades para ganhar de adversários de terceira linha do nosso futebol. Pós-Copa, tem sido uma vergonha. Jogos sofríveis e péssimos. Mas sua turma continua firme na Seleção. Seus titulares, reservas ou fracassados no futebol europeu. Thiago Silva, por exemplo, nunca venceu nada com a Seleção. Ao contrário, já nos entregou na Copa América, que, aliás, você ganhou contra adversários piores que o Brasil. E olha que essa competição nada vale pra gente, já que ficamos 40 anos sem conquistá-la e nunca demos a menor importância.

Seleção Brasileira é momento. Os melhores jogadores devem ser convocados sempre. Você, Tite, levou para a Copa jogadores machucados, como Renato Augusto, Fred e o fraquíssimo Fagner. Quando olhou para o banco, no jogo contra a Bélgica, viu que não tinha opções melhores do que os jogadores que estavam em campo. Fomos eliminados com futebol de quinta categoria. Todo grande treinador de Seleção pegou dois times como base e formou um esquadrão. Você, não. Além de privilegiar seu filho, que não tem história na Seleção e em clube nenhum, privilegia sua confraria. Por enquanto, Paulinho e Renato Augusto parecem descartados, mas temo que a qualquer momento você os chame. Afinal, são seus grandes parceiros. Qualquer garoto sabe que o Flamengo é hoje o melhor time do Brasil, com, pelo menos, seis jogadores em nível de Seleção. Mas você os ignora. E quando convoca, põe os caras para jogar apenas 10 minutos. Que incoerência! Vamos ter as Eliminatórias mais complicadas dos últimos tempos. A estreia contra a Bolívia deverá nos dar os três pontos, mas, no jogo contra o Peru, em Lima, na sequência, tenho minhas dúvidas. Perdemos para eles recentemente, em amistoso em Los Angeles. Ninguém mais respeita o futebol brasileiro. Você e os técnicos retranqueiros, que acabaram com o nosso futebol, são os responsáveis por isso. Torcedor, não se deixe levar por Tite e sua trupe. Esses caras são apenas instrumentos descartáveis. Uma hora a CBF vai acordar e perceber os desmandos de Tite e sua equipe. O Brasil do futebol arte, de toque, do drible, do gol não é esse mostrado por jogadores reservas, que Tite insiste em convocar. Estamos bem acima disso, e, na hora em que tivermos um técnico de verdade, a coisa vai melhorar. Quem é de verdade sabe quem é de mentira. Tite é uma mentira inventada pelo futebol!


Publicidade