Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas COLUNA DO HENRIQUE PORTUGAL

Se você ainda não sabe o que é QR Code, chegou o momento de aprender

Até os moradores de rua na China já tem o código de barras bidemensional. E papel moeda vai desaparecer


postado em 08/05/2020 04:00

(foto: Lelis)
(foto: Lelis)


Neste mundo de confinamento e de relacionamentos digitais, estou aumentando minhas ligações telefônicas para amigos. Agora, utilizo muito as chamadas por vídeo pra aumentar a sensação de proximidade com as pessoas. As lives continuam bombando e aumentando. Agora, criaram até mesmo as festas virtuais. Basta abrir uma sessão de algum destes softwares de compartilhamento e alguém coloca uma playlist. Assim, cada pessoa fica de sua própria casa bebendo e dançando. É interessante, pois mesmo depois que o coronavírus parar de nos atrapalhar, ficaremos mais cuidadosos com quem vamos abraçar e beijar.

A China acabou de anunciar sua criptomoeda, no modelo bitcoin, para acabar de vez com o papel-moeda. O dinheiro em papel, que ainda circula muito pelo Brasil, sempre foi colocado como uma das superfícies mais sujas. Como o coronavírus sobrevive por muito tempo, acredito que este seja um caminho para diminuir os riscos de uma nova contaminação.

A maioria das lives, quando realizadas por artistas, estão sendo feitas para aumentar o conforto e distrair seus fãs e simpatizantes. O intuito é arrecadar donativos para aqueles que não estão conseguindo trabalhar e também para os que estão completamente sozinhos em suas casas. Como arrecadam? Por meio de um QR Code que fica na tela de diversas transmissões.

Um amigo, sabendo que gosto de música e tecnologia, me contou que um artista americano criou o conceito de gorjeta on-line nos moldes que vemos em grandes cidades pelo mundo, em que os músicos tocam pelas ruas e colocam a caixa de proteção de seus instrumentos, ou algo parecido com uma caixa (para que as pessoas possam colocar moedas ou notas, como um retorno por estar escutando uma boa música). Pois bem. Esse artista, chamado Richie Castellano, abriu sua página no Facebook e tocou durante uma hora. Nesse tempo, arrecadou de “Tip”,  com seus 4.358 fãs, o impressionante total de US$ 5 mil. Convertendo para o patamar atual, estamos falando de um número aproximado de R$ 25 mil. Qual é a melhor tecnologia para facilitar isso? O QR Code.

Outro dia, perguntei para um grande amigo que mora em Xangai como ele estava. E qual foi a resposta? “Já estou liberado para sair de casa”, e mostrou o seu QR Code verde. Reflita: com o fim do papel-moeda, como os músicos ganharão a sua gorjeta? Como os ajudantes de hotel ganharão por ter carregado a sua mala? Atualmente, até moradores de rua na China têm QR Code. O próprio LinkedIn já cria um, automaticamente, para evitar a troca de cartões de visita em papel.

Não tem jeito. Se você ainda não tem ou não sabe o que é um QR Code, chegou o momento de aprender. Afinal, como disse Steve Jobs, a tecnologia move o mundo.


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade