Publicidade

Estado de Minas Coluna

Daparte lança nesta quinta música de disco previsto para o 2º semestre

"Pescador%u201D chega ao streaming junto com clipe de animação dirigido por Lucas Siqueira


10/06/2021 04:00 - atualizado 09/06/2021 21:32



UM CERTO ALGUÉM
SAUDADE DÓI DEMAIS

“Trem desgovernado”, crônica inédita de Cidinha da Silva, será publicada na íntegra na próxima edição da coluna “Um certo alguém”, no site do Itaú Cultural, que entra no ar quinta-feira (17/06). O texto faz parte do novo livro da autora belo-horizontina, ainda sem data de lançamento. Uma das quatro perguntas feitas nesta série semanal questiona qual é a maior saudade da entrevistada e ela, além de levantar algumas memórias da juventude, disponibilizou também o texto em que começa dizendo: “Saudade é um trem que dói demais. Eu não sinto. Evito sentir”.


DOAÇÃO
GESTO DE AMOR

Em ritmo de Junho Vermelho, do Hemominas, e do
Dia dos Namorados, o Shopping Estação BH 
incentiva a doação de sangue até amanhã, no piso L4. 
O doador deverá agendar seu horário no site da Hemominas. A Fundação Hemominas do Shopping Estação recebe doadores das 8h às 19h. Vale lembrar que dia 14, segunda-feira, é o Dia Mundial do Doador de Sangue.
Durante o mês, com a campanha Junho Vermelho,
a Fundação Hemominas reforça a importância
da doação de sangue
para salvar vidas.



DAPARTE
COMPACTO SIMPLES

Os anos 1970 estão entre as referências estéticas da Daparte, que tem nos temas dos Beatles e no Clube da Esquina inspiração do grupo. A banda, formada por Juliano Alvarenga (voz e guitarra), João Ferreira (voz e guitarra), Bernardo Cipriano (voz e teclado), Túlio Lima (voz e baixo) e Daniel Crase (bateria), está antenada e interessada na recente produção musical. Às vezes, dá uma voltinha pelos
anos 1970, mas sempre com som ligado nos anos 2000.

***

O novo projeto da Daparte faz uma curva rápida de volta ao tempo. "Pescador" e "Acrobata", gravadas antes da pandemia e que fazem parte do próximo disco da banda, chegam ao streaming como se fossem compacto, com apenas duas canções, o lado A e lado B.  A primeira, "Pescador", será lançada com clipe de animação dirigido por Lucas Siqueira e pode ser ouvida nesta quinta-feira (10/06), a partir das 21h. O cantor Zé Ibarra participa da faixa. "Acrobata" chega na semana que vem. Juntas, estarão disponibilizadas como o disquinho que era sucesso nos anos 1970.

***

João define as duas faixas como canções irmãs. "Pescador" foi composta por ele e, pouco tempo depois, Juliano apresentou à banda o embrião de "Acrobata". "Uma música inspirou a outra", observa. O guitarrista diz ainda que ambas têm uma cara bem anos 1970, da composição à masterização. No caso de "Acrobata", os músicos optaram por gravar tudo ao vivo e manter registrado o take bom.

***

A pandemia, segundo João, "despedaçou" o disco, que estava pronto antes de tudo parar. Além de "Pescador" e "Acrobata", foram lançadas "Segundas intenções", "Iaiá", "Três da manhã", "Calma" e "Nunca fui desse lugar". No total, serão 13 faixas. A repercussão com os fãs tem sido boa. “Calma”, por exemplo, foi lançada em maio do ano passado sob o medo de que com tantos lançamentos fosse engolida pela pandemia. "Mas fomos surpreendidos com a boa repercussão dela."

***
 
Musicalmente, João reconhece que as coisas caminham bem para a Daparte. "Estamos indo pra frente. Agora, imagina se estivessem todos vacinados, um governo tratando com deveria tratar a vacinação? Talvez estivéssemos mais longe musicalmente." Sobre o futuro, a volta aos palcos, ele parou de criar expectativas. "Não dá para ficar dando murro em ponta de faca da forma como esse governo trata a pandemia. Espero, do fundo do coração, voltar ainda este ano", diz ele. Os encontros presenciais entre João e seus parceiros na banda acontecem em ocasiões que exigem, sempre seguindo protocolos, mesmo com três dos cinco integrantes já terem sido vacinados. João, aluno de psicologia, atua na área de saúde; Juliano tem comorbidade; e Túlio é dentista.




*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade