Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Daparte e Lagum lançam primeiro videoclipe reunindo as duas bandas mineiras

A música "Nunca fui desse lugar" é a primeira faixa do próximo disco da Daparte , ujo lançamento deve acontecer até o meio deste ano


26/02/2021 04:00

(foto: MANUELA VENTURA/DIVULGAÇÃO )
(foto: MANUELA VENTURA/DIVULGAÇÃO )

Se os sonhos não envelhecem, eles também podem ser adaptados. Quando pensaram em criar o 11º vídeo da Daparte, a equipe da banda buscou referências no filme “O show de Truman”, dirigido por Peter Weir, estrelado por Jim Carrey e lançado em 1988.

Tudo ia bem até se lembrarem de que em plena pandemia não seria adequado produzir nada que gerasse aglomeração e com dezenas de figurantes. Tempo e dinheiro também falaram alto.

A banda decidiu fazer um caminho contrário ao habitual na produção dos seus clipes. Foram atrás de uma locação que atendessea exigências como fácil e rápido acesso, além, claro, de se adequar aos protocolos de saúde.

Encontraram uma casa espaçosa na Pampulha, com área externa, e a partir daí construíram a narrativa. Em um único dia de fevereiro gravaram "Nunca fui desse lugar". Na parte da manhã, o set ficou para as cenas de Juliano Alvarenga (vocalista da Daparte) e Pedro Calais (vocalista da Lagum). Depois do almoço, foram gravadas as cenas com os dois grupos.

Juliano não sabe dizer se o videoclipe é tão importante hoje quanto nos anos 1980 e 1990, mas reconhece no produto um canal importante para atrair o público. O cantor lembra que naquele período os clipes tinham destaque em horário nobre na televisão, mas hoje são mais restritos aos canais das bandas no YouTube. "Se os grupos não lançarem vídeos, dificilmente o público vai comprar aquela banda", diz ele, acreditando que essa é também uma forma de humanizar o trabalho com os fãs.

E a boa repercussão dos 11 vídeos da Daparte é sinal de que estão no caminho certo. Juliano diz que, desta vez, a força de "Nunca fui desse lugar" está na força das duas bandas, que revivem o movimento legal dos cenários do pop rock no Brasil dos anos 1990. “A Daparte e a Lagum têm um pouco dessa missão de trazer música com poesia."

O rapaz não esconde as saudades do palco, de onde a Daparte está afastada por causa da pandemia. Ele confessa que deu uma desligada do noticiário, que o deprimia. Mas não abre mão de seguir à risca os protocolos de saúde. Aglomeração, nem pensar. O músico acredita que ano que vem os shows devam retornar ao formato que eram. "A minha vontade era matar a saudade como nos shows de antigamente, onde o público se espremia um em cima do outro na plateia."

Guitarista da Daparte, João Ferreira está ansioso para voltar ao contato presencial com os fãs, que continuam crescendo nas redes sociais da banda. "De alguma forma, estamos conseguindo espaço para crescer em solo salgado."

Resultado da atividade da banda, que só no ano passado lançou quatro músicas e abriu 2021 com o clipe da primeira canção do disco, que ainda não tem nome. Além das músicas, a Daparte busca em outras ferramentas contato direto com os fãs, como um grupo no Telegram no qual a galera tem direito a material exclusivo do grupo.

"Nunca fui desse lugar" foi composta Julio Anfer. O clipe, dirigido por Túlio Cipó, estará disponível a partir do meio-dia desta sexta (26/2) no canal das bandas no YouTube.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade