Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas HIT

Depois de poesias e crônicas, autora mineira lança o primeiro romance

'Entre vinhos & cafés', de Fernanda Mello, que chega às livrarias em fevereiro, tem um pouco de biográfico e faz homenagem às amigas da escritora


postado em 25/01/2020 04:00

(foto: Jumbo filmes/Divulgacao)
(foto: Jumbo filmes/Divulgacao)

Sétimo livro – e primeiro romance – de Fernanda Mello, Entre vinhos & cafés tem noite de autógrafos marcada para 13 de fevereiro, no Café com Letras do CCBB. “Apesar do cenário desanimador, ainda acredito na importância do livro na vida de cada um. Por isso, continuo escrevendo e publicando”, afirma a escritora e compositora, autora de Só hoje, um dos sucessos do Jota Quest. “É importante resistir e continuar fazendo nossa arte. Em tempos sombrios, ela é, cada vez mais, o nosso refúgio. Pelo menos, é assim que gosto de pensar”, afirma. O livro físico estará à venda a partir de 14 de fevereiro no site www.fernandamello.com

Comparando o novo trabalho à poesia e à crônica, marcas de sua carreira, Fernanda diz que Entre vinhos & cafés foi um grande desafio. “Escrever romance é bem mais complexo do que escrever crônicas e poesias. Demanda mais criatividade, planejamento e organização.” Para criar o novo livro, Fernanda conta que fez a delimitação da ideia geral, criou a biografia dos personagens, o cenário onde se passaria a trama e a data do momentoem que a história se dá. “Depois de tudo isso pronto, com todos os detalhes para que pudesse me sentir parte da história, comecei a escrever seguindo a linha de cinco acontecimentos importantes que definiriam a narrativa”.


COM A PALAVRA
Fernanda Mello
Escritora

Por que só agora, 11 anos depois do lançamento de seu primeiro livro de crônicas, Princesa de rua, você lança um romance?
Porque sempre ouvi que um romance consolida a trajetória do escritor. E, pela primeira vez, me senti apta e à vontade para fazê-lo. E, posso dizer?, amei a experiência!

Existe algo de biográfico em Entre vinhos & cafés? 
Tem um pouco, sim. A personagem é uma escritora, escolhi essa profissão para ela porque teria mais facilidade para descrevê-la. Além disso, as amigas da personagem, Maria D., têm um pouco das minhas amigas. O que foi, inclusive, uma forma de homenageá-las.

O livro pode resultar em algum projeto no YouTube, por exemplo?
Quem sabe? Tenho muita vontade de fazer uma série a partir do romance, já que, no processo de escrita, imaginava cada cena como um filme. É impossível não passar um filme na cabeça do escritor.

Quais são os próximos projetos?
Quero lançar dois podcasts. Um com minhas amigas e outro sobre o processo criativo de meus livros. E, também, escrever mais poesias.

Qual é a sua expectativa em relação ao novo livro em um país onde se lê cada vez menos?
Apesar do cenário desanimador, ainda acredito na importância do livro na vida de cada um. Por isso, continuo escrevendo e publicando livros. É importante resistir e continuar fazendo a nossa arte. Em tempos sombrios, a arte é, cada vez mais, o nosso refúgio. Pelo menos, é assim que gosto de pensar.


Publicidade