Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas EM DIA COM A POLÍTICA

Brics e também a OCDE tratam das metas políticas

Bolsonaro defende aproximação entre empresários ligados ao bloco e ingresso na OCDE. Secretário-geral teme adequação do Brasil para aderir à entidade


23/06/2022 04:00 - atualizado 23/06/2022 07:42

Mathias Cormann, secretário-geral da OCDE
O secretário-geral da OCDE, Mathias Cormann: "Não acredito que o mundo esteja convencido de que o Brasil está empenhado em promover o desenvolvimento sustentável" (foto: Ian Landgsdon/Pool/AFP)
 
O presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) defendeu uma maior aproximação entre empresários de países integrantes do Brics, bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, visando à celebração de negócios que possibilitem “ganhos recíprocos” para as partes. A afirmação foi feita em vídeo, ontem, durante a participação do presidente no Fórum Empresarial do Brics.

“A aproximação entre nossas comunidades empresariais é uma de nossas prioridades para o Brics. Ao se conhecerem melhor, nossos empresários poderão fechar negócios que resultarão em ganhos recíprocos, inclusive para os trabalhadores de nossos países”, disse o presidente brasileiro.

Teve mais. “O Brasil está comprometido em consolidar-se como polo seguro e estável para investimentos. E nosso processo de ingresso na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) será mais um passo nesse sentido”. Será mesmo, Bolsonaro?

Melhor deixar o secretário-geral da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), Mathias Cormann, dar os fatos. Ele disse ao presidente do Senado Federal (SF), Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que apesar de poder pessoalmente ver o Brasil em conformidade para aderir à entidade, outros países mundo afora não acreditam no esforço do governo brasileiro. E fez questão de registrar que é por causa do comando do presidente Jair Messias Bolsonaro (PL) em cumprir as metas voltadas às políticas e muito menos cumprir as metas voltadas às políticas ambientais.

Mathias Cormann apontou que as preocupações dos demais países recaem, principalmente, sobre a Amazônia e as ações voltadas a combater as mudanças climáticas... Melhor ele próprio deixar claro: “Pessoalmente, penso diferente. Mas não acredito que o mundo esteja convencido de que o Brasil está empenhado em promover o desenvolvimento sustentável, principalmente no que diz respeito às ações voltadas a controlar as mudanças climáticas”, fez questão de ressaltar.

Mudando de assunto, a Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, ontem, por unanimidade, que as operadoras não podem cancelar planos de saúde coletivos em caso de paciente em tratamento de doença grave.

A decisão da Segunda Seção uniformiza o entendimento do STJ sobre o tema e deverá ser seguida pelas demais instâncias em casos semelhantes. Nos planos individuais ou familiares, a lei já exige que a operadora justifique a rescisão do plano, que só ocorre por falta de pagamento ou fraude.

Gol de placa

O deputado João Leite (PSDB), fiel atleticano que defendeu a camisa preto e branco por mais de 16 anos, aplaudiu a iniciativa da Mesa da Assembleia Legislativa (ALMG), que apresentou projeto de resolução para conceder ao ex-jogador e agora empresário Ronaldo Luis Nazário Lima, conhecido mundialmente como Ronaldo Fenômeno, o título de Cidadão Honorário de Minas Gerais.

Marca vitoriosa

O parlamentar João Leite, que também foi jogador da Seleção Brasileira, diz que Ronaldo faz jus ao título porque, além de deixar sua marca de vitorioso em todos os times por que passou, trouxe muitas alegrias para o Brasil e foi um brilhante representante da Seleção Brasileira ainda jovem. Hoje, ele é presidente do Real Valladolid, time espanhol, e sócio-proprietário do Cruzeiro Esporte Clube. Detalhe: Ronaldo é o terceiro maior goleador da história da Seleção Brasileira. Fica atrás apenas de Pelé e de Neymar. O projeto teve 45 votos favoráveis na votação em plenário.

E tem a parceria

O Supremo Tribunal Federal (STF) firmou, ontem, parceria com o WhatsApp e a Robbu, empresa voltada a soluções de atendimento digital, para implementar serviços por um canal oficial de mensagem no WhatsApp. “O STF tem trabalhado para aproximar a instituição da sociedade e difundir, cada vez mais, informações corretas sobre o funcionamento e o papel do tribunal. Esse produto lançado será muito útil para quem já utiliza os serviços e também para quem quer aprender mais sobre o Supremo”, afirmou o ministro Luiz Fux, presidente do STF.

Decano no STF

“O protagonista da minha fala é o Supremo Tribunal Federal, que enfrenta um desafio dos mais inusitados, na quadra que atravessamos: o desafio de precisar enfrentar a irracionalidade, o desafio de ter, muitas vezes, que lutar pelo óbvio.” Quem foi homenageado e disse é o decano da mais alta corte de Justiça do país, ministro Gilmar Mendes, acrescentando: “Devem ser motivo de orgulho os inúmeros julgados deste Supremo Tribunal Federal que somaram esforços para o aperfeiçoamento da governança administrativa e da governabilidade política do país”.

Pouso forçado

O avião que trazia o jogador Neymar dos Estados Unidos para São Paulo precisou fazer um pouso não programado na madrugada de anteontem no aeroporto internacional de Boa Vista, capital de Roraima. Para evitar risco de despressurização, a aeronave desviou a rota original e pousou por volta das 2h. O mais interessante são as notícias que tucanaram o velho e conhecido pouso forçado. Para que fique claro, é aeronave sob fatores fora do controle do piloto, como falha dos motores, sistemas, condições meteorológicas, que tornam impossível continuar o voo.

PINGA FOGO

  • Em tempo sobre as notas de futebol: “Por isso e muito mais, é merecedor da honraria”, disse João Leite, que carimbou o seu voto Sim na votação. A data da homenagem não está definida. Carioca, o Fenômeno, aos 16 anos, foi jogador da base do Cruzeiro, onde teve uma rápida carreira.
  • Desta vez, da nota “E tem a parceria”: com a implantação finalizada, a população poderá compartilhar, com mais velocidade e total segurança, as informações e contatos no WhatsApp. Uma das funcionalidades será a opção de receber mensagens automáticas direto no aplicativo de mensagens.
  • E tem mais. Por ser uma conta oficial com selo de verificação, os usuários estarão seguros de que estão se comunicando diretamente com o STF com notificações de qualquer novidade no andamento de processos em trâmite no Supremo.
  • Mais um Em tempo: “Em sua longa trajetória como juiz constitucional, o ministro Gilmar Mendes tem sido aguerrido defensor dos direitos fundamentais, dos direitos sociais e da dignidade de sua pessoa”. Dessa vez, quem diz é o ministro Dias Toffoli. Sendo assim, é hora de encerrar por hoje, torcendo por boas notícias.

 
 





*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade