Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Inverno pode ser divisor de águas para a saúde e beleza da pele. Confira

Procedimento de criolipólise está entre as técnicas para o rejuvenescimento facial e tratamento corporal


23/07/2021 04:00

Procedimento de criolipólise pode alcançar redução de até 25% da camada de gordura da região tratada (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
Procedimento de criolipólise pode alcançar redução de até 25% da camada de gordura da região tratada (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)

São muitos os motivos que fazem desta época do ano o período perfeito para apostar em procedimentos estéticos rejuvenescedores ou tratamentos de alterações corporais que incomodem, como varizes e gordura localizada. Existem diversas peculiaridades nesse período: “Devido aos menores índices de radiação ultravioleta no inverno, as áreas que acabaram de passar por procedimentos ficam menos expostas ao sol, o que diminui o risco do surgimento de manchas na pele e o escurecimento da cicatriz, complicações comuns após procedimentos estéticos por falta de cuidados do paciente com relação ao sol”, destaca o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Mas nem tudo são flores. A pele também tende a ficar mais sensível e menos hidratada. “Devemos considerar também que fatores comuns das épocas mais frias do ano, como o uso de aquecedor, banhos mais quentes e longos e menor transpiração e ingestão de água também podem favorecer a desidratação da pele”, explica Roberta Padovan, médica pós-graduada em dermatologia e medicina e estética. Mas se você tiver cuidado – e principalmente boa orientação médica – o inverno pode ser um divisor de águas para a saúde e beleza da pele.

Segundo Farinazzo, a baixa temperatura do inverno também pode minimizar o inchaço após a cirurgia plástica ou um procedimento menos invasivo, diminuindo assim o tempo de recuperação. Veja as melhores técnicas para o rejuvenescimento facial e tratamento corporal:

•  Surgical derm –  A novidade é um plasma endodérmico de baixa temperatura, um procedimento que combate rugas, perda de colágeno e flacidez da pele, além de melhorar a textura da pele. Este tratamento também ativa os fibroblastos, células mais comuns do tecido conjuntivo do corpo que produzem colágeno. Há, então, grande estímulo para remodelação das fibras de colágeno, o que rejuvenesce a pele. O tratamento é realizado com aplicação tópica ou infiltrativa de anestético e são necessárias, no geral, duas a três sessões. O procedimento também melhora a textura da pele, tratando cicatrizes de acne e linhas.

•  Rinoface glow – Procedimento que une a rinoplastia (cirurgia do nariz) com a lipoenxertia facial, um injetável que utiliza a gordura do próprio paciente para rejuvenescer. A lipoenxertia facial é um dos melhores métodos para dar brilho, devolver harmonia e firmeza ao rosto. Isso porque a gordura, além de não causar rejeição, por ser retirada do próprio paciente, e quando injetada na face confere resultados mais naturais e permanentes. Além disso, ela é rica em células-tronco que melhoram a qualidade e o aspecto da pele.

•  Surgical profile definition 3D – A união de técnicas também é um destaque deste procedimento, que traz um efeito poderoso para redefinir o perfil e a harmonia facial por meio da rinoplastia (cirurgia do nariz), mentoplastia de avanço (aumento do queixo) e lipoescultura (preenchimento com gordura e lipoaspiração de papada). De acordo com o médico, muitas pessoas acreditam que têm o nariz grande demais, mas é necessário também, além da rinoplastia, projetar mais o queixo. E, para ter efeito também na harmonia facial, o procedimento conta com a lipoescultura, que usa gordura do próprio corpo para dar volume nas áreas deficitárias, melhorar a qualidade da pele e lipoaspirar a gordura na papada.

•  Clacs – No caso das varizes, o procedimento une laser não invasivo e injeções de glicose (e não há problema para diabéticos). Após a utilização do laser, a glicose é aplicada na veia (que já está sensibilizada com o disparo do laser). Com o disparo do laser, o fluxo de sangue fica lentificado e permite que a glicose permaneça mais tempo em contato com o vaso – que vai secar. No geral, de uma a três sessões, com intervalo mensal, resolvem o quadro. No caso de varizes mais internas, o laser endovenoso pode ajudar.

•  Eletroderme – Seja para rejuvenescer a pele facial ou tratar as estrias corporais, o microagulhamento robótico é uma boa opção. O procedimento une as microperfurações da pele por meio de agulhas finas banhadas a ouro com a já conhecida radiofrequência, que promove o aquecimento das camadas profundas da pele. Indicada para o tratamento de flacidez, rugas, cicatrizes (de acne, queimadura e cirúrgica), melasma, estrias e melhora da textura da pele (poros dilatados).

•  CoolSculpting – Para tratar gordura localizada e melhorar o contorno corporal, uma opção efetiva é a criolipólise. Após se submeter à criolipólise, o paciente pode voltar imediatamente às atividades de rotina. A tecnologia é baseada no congelamento das células gordurosas. Os resultados, que costumam ser uma redução de até 25% da camada de gordura da região tratada, são alcançados em até dois meses.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade