Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Unhas de gel exigem cuidados especiais

Quem tem unhas fracas e quebradiças deve consultar um dermatologista antes de fazer o procedimento. Técnica também não deve ser usada para esconder imperfeições estéticas, pois podem camuflar lesões melanocíticas


postado em 14/02/2020 04:00

Unhas de gel não têm contraindicação prévia, mas quem tem unhas fracas e quebradiças deve consultar um dermatologista antes de fazer o procedimento(foto: Toru YAMANAKA/AFP)
Unhas de gel não têm contraindicação prévia, mas quem tem unhas fracas e quebradiças deve consultar um dermatologista antes de fazer o procedimento (foto: Toru YAMANAKA/AFP)
A aparência é muito importante para a mulher. Para falar a verdade, deveria ser importante para todo mundo. As pessoas deveriam querer parecer sempre bem, bonitas, elegantes. Não estou me referindo aqui a gastar fortunas com roupa e maquiagem, mas em se arrumar para estar bem, dentro da condição de cada um. Basta dar uma volta pela rua com um pouco mais de atenção que vemos claramente quem se cuida e quem não se cuida.

A primeira vez que fomos levar nossa mãe ao neurologista para saber se ela estava com Alzheimer, a primeira coisa que o médico perguntou foi se ela mesma tinha se arrumado, porque pessoas que sofrem da doença perdem a vaidade. Pura verdade.

Para a mulher, dois itens são bem importantes: o cabelo, que faz a moldura do rosto, e as unhas, que dão um aspecto de asseio à pessoa. Mãos sujas e descuidadas sempre dão uma má impressão. Por sinal, esses dois quesitos são os mais prejudicados em caso de perda de peso rápida, cirurgia, gravidez, etc. Sempre provocam queda capilar e enfraquecimento das unhas.

Um dos motivos é a perda de ferro no sangue. Se o ferro fica a menos de 70% da quantidade ideal, o organismo passa a economizar a substância para ser usada em coisas mais importantes. Para o nosso corpo, cabelo e unha são supérfluos e, portanto, só recebem ferro quando temos de sobra. A falta deste poderoso componente enfraquece as unhas e os cabelos.

Como a estética não descuida e está sempre pronta a ganhar dinheiro, a cada dia lança recursos para ajudar as pessoas a ficar mais bonitas e solucionar esses problemas. Se não for solução, é paliativo, como, por exemplo, os apliques de cabelo e as unhas de gel. Sempre fiquei encucada com os problemas que o uso constante dessas unhas poderia causar de fato. A unha já está fraca, e ainda a lixam por cima, afinando-a ainda mais, e tampam com outra unha, abafando sua respiração – imagino que unha respire.

Esta semana, recebi um material da dermatologista Lívia Lavagnoli, que levanta algumas questões. As unhas de gel são feitas à base de um gel fino e transparente. E já foram registrados muitas reclamações de mulheres que tiveram as unhas naturais prejudicadas, com risco até mesmo de perdê-las, por conta de negligências ao colocar as unhas de gel.

Segundo a dermatologista, elas são menos agressivas às unhas originais. Apesar disso, quando colocadas da maneira errada, podem trazer riscos. “Ficar muito tempo na luz UV para realizar a secagem das unhas pode provocar fragilidade, manchas, envelhecimento precoce e até riscos mais graves, como o desenvolvimento de câncer de pele.”

O erro mais comum é usar essa técnica para esconder imperfeições estéticas na unha, que, na realidade, podem ser transtornos mais graves, como no caso das lesões melanocíticas. “São aquelas lesões escuras que podem ser confundidas com um simples machucado. A colocação das unhas de gel impede que seja possível ver o avanço da mesma, ou seja, o paciente só perceberá que algo está errado quando os sintomas forem mais graves e avançados”, alertou.

As unhas de gel não têm contraindicação prévia, mas quem tem unhas fracas e quebradiças precisa consultar um dermatologista antes de fazer o procedimento, porque elas podem camuflar algum problema mais sério. É preciso entender e tratar a fraqueza das unhas antes de se submetê-las a um procedimento desses. O importante é não usar unhas de gel por meses seguidos. O ideal é dar um descanso de tempos em tempos e hidratar bem a unha natural quando estiver no período de descanso.

* Isabela Teixeira da Costa / Interina


Publicidade