SIGA O EM

Google revela seu novo smartphone Pixel

As pré-vendas começaram nesta terça-feira na Austrália, Canadá, Alemanha, Grã-Bretanha e Estados Unidos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1077100, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Google/Reprodu\xe7\xe3o ', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/10/04/810850/20161004152424813492u.JPEG', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 04/10/2016 14:22 / atualizado em 04/10/2016 15:29

AFP /Agence France-Presse

Google/Reprodução
O Google apresentou nesta terça-feira seu novo smartphone, chamado de Pixel, com inteligência artificial integrada, o primeiro concebido completamente pelo grupo. "Estamos construindo hardware com o Google Assistant em seu núcleo", declarou Rick Osterloh, chefe de uma nova divisão de hardware do gigante da internet com sede na Califórnia.

"Acreditamos que a próxima grande inovação será realizada na interseção entre hardware e software, com a Inteligência Artificial no centro", afirmou. O smartphone Pixel estará disponível com um visor de 5 ou de 5.5 polegadas a partir de 659 dólares para clientes americanos, preços similares aos dos últimos modelos do iPhone.

As pré-vendas começaram nesta terça-feira na Austrália, Canadá, Alemanha, Grã-Bretanha e Estados Unidos. "É o primeiro telefone feito pelo Google por dentro e por fora", declarou Sabrina Ellis, da equipe de gerenciamento de produto do Pixel.

Ao produzir o hardware e o software Android, o Google está apresentando um desafio mais direto à Apple e ao seu sistema rigidamente controlado. Além de ser o primeiro smartphone lançado com o Google Assistant, ele chega às lojas com armazenamento ilimitado para fotos e vídeos e é compatível com a nova plataforma de realidade virtual da empresa, a Daydream.

O Pixel também tem um programa especial que torna mais fácil para os usuários trocar de sistemas operacionais, de um iPhone para um Android, por exemplo, através da transferência de contatos, conteúdo e até mesmo iMessages, de acordo com Ellis.

O Google anunciou ainda um acordo de exclusividade com a empresa de telecomunicações Verizon para as vendas do Pixel. Ellis informou que a empresa está trabalhando com provedores de serviços em outros países.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600