SIGA O EM

Temer diz que base aliada venceu ''fantasticamente'' as eleições

Presidente considerou que o desempenho foi resultado do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 07/10/2016 06:00 / atualizado em 07/10/2016 07:46

Além da reunião com os governadores nesta quinta-feira, o presidente Michel Temer deu entrevista em que sugeriu que os resultados das eleições municipais, com vitória de candidatos do PSDB e PMDB no primeiro turno, sejam reflexo de uma aprovação do impeachment de Dilma Rousseff (PT) pelos brasileiros. Temer foi indagado se achava que o PSDB, apesar de aliado, ficaria no “calcanhar do governo’ para tentar se diferenciar com foco nas eleições de 2018.

“Essa votação de domingo revelou que a base aliada venceu fantasticamente as eleições. O que significa, convenhamos, por via indireta, uma aprovação a tudo o que foi feito até agora sob um foco eminentemente legal e constitucional”, afirmou o presidente, em entrevista à rádio Joven Pan.

Os tucanos venceram as eleições municipais em 12 cidades no primeiro turno, como em São Paulo, com João Doria, e em outra capital estadual, Teresina, com Firmino Filho. Ainda disputam outras 19 prefeituras no segundo turno, incluindo Belo Horizonte, com João Leite.

Já o PMDB terminou o primeiro turno com sete prefeitos eleitos, sendo uma capital (Boa Vista, com Teresa Surita). No segundo turno, pode vencer em outras 15.

Temer evitou comentar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), pela qual os réus deverão ser presos depois de condenados por um tribunal de segunda instância, sem o direito de recorrer em liberdade até que sejam julgados todos os recursos possíveis.

Em fevereiro, o tribunal tinha tomado essa decisão, mas com validade apenas para um preso específico. Agora, a regra terá de ser aplicada por juízes de todo o país, porque a nova decisão tem validade nacional. “Respeito institucionalmente a decisão de quem dá a última palavra judicial no nosso país”, disse Temer.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600