SIGA O EM

Jandira Feghali diz em debate no Rio que Globo 'apoiou o golpe' e TV retruca

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 30/09/2016 10:49 / atualizado em 30/09/2016 11:18

Agência Estado

São Paulo - Um dos momentos mais provocativos do debate da TV Globo entre candidatos à Prefeitura do Rio de Janeiro, nessa quinta-feira, 29, não foi um embate entre políticos. O clima ficou tenso entre a candidata Jandira Feghali, do PCdoB, e à própria emissora de televisão.

Em sua primeira participação, Jandira preferiu atacar à Globo. "Boa noite, nós estamos aqui na TV Globo e eu não poderia deixar de registrar que essa emissora apoiou o golpe contra à democracia e contra uma mulher eleita. Esse golpe interrompeu o mandato de uma mulher eleita, que melhorou a vida de todos os vocês e investiu muito nesta cidade", afirmou Jandira, referindo-se ao processo de impeachment da ex-presidente da República Dilma Rousseff.

Nos últimos segundos de sua pergunta, a candidata se limitou a dizer: "Pedro, como você jogou tanto voto fora e agora pede voto?". Ela se dirigiu a Pedro Paulo, candidato do PMDB.

A jornalista Ana Paula Araújo repreendeu a candidata do PCdoB e chegou a ser aplaudida no estúdio. "A TV Globo foi citada pela candidata Jandira e eu quero, por respeito a você telespectador, esclarecer que a TV Globo não é obrigada a realizar debate. Se a emissora faz isso, é exatamente por apreço a democracia e inclusive se expondo a ter críticas ao vivo dos candidatos que estão aqui", disse. "Quero lembrar também que não é a TV Globo que está sendo avaliada aqui, são os candidatos e é você de casa que vai poder ver as propostas e comparar as ideias e ver quem é que tem mais compostura e competência para ser prefeito do Rio."

A resposta da mediadora do debate




Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Carlos
Carlos - 04 de Outubro às 11:19
Roubam, mentem, dissimulam e tem coragem de chamar os outros de golpistas!!!!!!!
 
Roberto
Roberto - 30 de Setembro às 18:46
LE MONDE "Se esse não é um golpe de Estado, é no mínimo uma farsa. E as verdadeiras vítimas dessa tragicomédia política infelizmente são os brasileiros." A mídia brasileira não vai tocar no assunto se não perde anunciantes e ai como vai faser a folha de pagamento?? " A liberdade de imprensa vai até a bater em uma conta corrente.... de preferencia em paraisos fiscais
 
Adriano
Adriano - 30 de Setembro às 15:51
Golpe ? troca o disco, Comunistas de uma figa.............Cambada !!
 
PAULO
PAULO - 30 de Setembro às 14:59
QUEM Sabe, passados uns 30 ANOS, como FEZ EM Relação ao GOLPE de 1964, A GLOBO peça Desculpas no JORNAL NACIONAL por TER APOIADO o GOLPE !
 
José
José - 30 de Setembro às 12:19
Sem se falar NA DINHEIRAMA EM CONTAS OCULTAS LÁ EM PARAÍSOS FISCAIS EM NOME DOS GLOBAIS ! ! ! - - - - Ou vão negar ? ? ? Ou vão dizer que não é delesd só são USUFRUTUÁRIOS ? ? ? K K K K K K K K K K K K K
 
ricardo
ricardo - 30 de Setembro às 15:28
se existir qualquer quantia em nome de "globais" é assunto deles, não é dinheiro roubado do povo como o usado pela quadrilha do molusco et caterva...
 
José
José - 30 de Setembro às 12:17
""" 29/09 às 11h07 - Atualizada em 29/09 às 13h36 'El País': Fascismo bate à porta do Brasil Artigo de Luiz Ruffato critica atitudes de Temer, Deltan Dallagnol e Alexandre de Moraes Jornal do Brasil A-AImprimir PUBLICIDADE Artigo do jornalista Luiz Ruffato publicado nesta quinta-feira (29) pelo El País afirma que Temer caminha para um estado de fascismo enquanto presidente. Instaurado através de um processo de impeachment duvidoso, o governo do presidente Michel Temer caminha para seu segundo mês com baixíssima popularidade e anúncios de medidas bastante controversas, muitas delas co
 
Full
Full - 30 de Setembro às 11:12
Parabéns, Jandira, vc disse tudo.
 
silvio
silvio - 01 de Outubro às 09:02
Mas o que ela vai fazer na prefeitura do Rio de janeiro. Vigiar a Globo. O Rio de Janeiro está em estado de calamidade, estado esse que essa mesma pessoa participou para deixar nessa condição.
 
silvio
silvio - 01 de Outubro às 08:57
É verdade, ninguém roubou nada. Esses juízes é que ficam inventando coisas que não existe, dinheiro do outro na conta do outro, na realidade o dinheiro é do outro. Essas pessoas que estão sendo julgadas nasceram em berço de ouro, toda vida foram ricas, pobre mesmo é só o povo. Eu concordo com o Senhor e esse La Monde. Quem é esse Sr. La Monde, é um conde? Outro sujeito rico?
 
Adriano
Adriano - 30 de Setembro às 15:52
Verdade, ela " disse tudo ", e ouviu tudo mesmo............kkkkkkkkkkkk
 
José
José - 30 de Setembro às 11:11
A verdade dói, dói, dói - - - - - POR MUITO TEMPO - - - - não é doença que dá e passa ! ! ! O povo sabe_- - - - é HISTÓRICO - - - - O VÍCIO DO CACHIMBO FAZ A BOCA FICAR TORTA ! ! !