19°/ 25°
Belo Horizonte,
24/NOV/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Invasão ameaça salários de professores e causa repúdio na UnB Protesto contra a ocupação da Reitoria da UnB reúne cerca de 100 pessoas. Reitor chama estudantes de "fascistas". Por causa da falta de acesso ao edifício, salários de professores, terceirizados e bolsas podem atrasar
  • Notícia

Luiz Calcagno - Correio Braziliense

Paloma Suertegaray - Correio Braziliense

Publicação: 10/06/2014 07:32 Atualização: 10/06/2014 07:44

A ocupação da Reitoria da Universidade de Brasília (UnB) feita por alunos mascarados ameaça atrasar os salários de funcionários da instituição. Como os servidores doa Reitoria não podem acessar o lugar para trabalhar, há risco de que o pagamento de professores, de terceirizados e de bolsas de assistência a estudantes não saia na data correta, geralmente até o 10º dia útil de cada mês. Na tarde de ontem, a água e a luz da Reitoria foram cortadas. Nesta terça-feira, às 12h, os estudantes realizam assembleia para decidir se vão permanecer no prédio. Também na segunda-feira, cerca de 100 pessoas — inclusive o reitor, Ivan Camargo, se reuniram para pedir a saída dos manifestantes.

As barricadas levantadas pelos estudantes nas rampas da Reitoria impediram o acesso ao terceiro piso do prédio. Os funcionários do edifício que se encarregam de processar o pagamento dos salários de professores e outros funcionários, como também das bolsas de assistência social e monitoria de muitos alunos, não puderam trabalhar.

“Se a situação não mudar, tanto docentes como estudantes poderão ter os pagamentos atrasados”, informou a decana de Assuntos Comunitários da UnB, Denise Bomtempo. Ivan Camargo confirma que os documentos precisam ser mandados ao Ministério do Planejamento até 13 de junho. Por meio de nota, a Associação de Docentes da UnB (ADUnB) registrou a preocupação com o fato. “Tendo em vista a falta de segurança no local, o DGP (Departamento de Gestão de Pessoas) está impedido de realizar suas atividades, dentre as quais rodar a folha de pagamento dos professores e técnicos administrativos. O não fechamento da folha, que deverá ser concluída até amanhã, pode inviabilizar o pagamento deste mês.”

Alunos que precisam realizar trâmites na Reitoria também foram prejudicados. Foi o caso da estudante de pós-graduação de biologia microbiana Giselle Soares, 32 anos. “Não tenho nada a ver com a ocupação, mas preciso solicitar meu diploma para poder me formar. E não tem ninguém para me atender”, conta.


Vídeo mostra momento da invasão

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.