16°/ 30°
Belo Horizonte,
30/OUT/2014
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Vereadores prometem ato contra transposição do Paraíba

Agência Estado

Publicação: 25/04/2014 17:31 Atualização:

São Sebastião, 25 - Vereadores que integram a Frente Parlamentar dos municípios da Região Metropolitana do Vale do Paraíba (RM Vale), interior de São Paulo, programaram um ato lúdico na Represa Jaguari, em Jacareí, em protesto contra o projeto do Governo do Estado de realizar a transposição de água do Rio Paraíba do Sul, que engloba o Jaguari, para o Sistema Cantareira. O ato será no dia 5 de junho, às 10h, no bairro Pagador Andrade.

Antes, no dia 3, os vereadores farão uma marcha até a Assembleia Legislativa. Até esta sexta-feira, 25, dois ônibus já haviam sido confirmados para transportar apenas os parlamentares. Segundo o presidente da Frente Parlamentar da RM Vale e Litoral Norte, Hernani Barreto, um abaixo-assinado contra a medida será entregue ao colégio de líderes do legislativo paulista. "Queremos que os deputados reforcem junto ao governador nosso pedido para que a transposição não ocorra, já que não sabemos quais prejuízos a medida irá causar e queremos uma postura mais transparente do governador com relação à questão", diz Barreto.

A frente espera reunir 20 mil assinaturas. "Nos próximos dias lançaremos uma fan page com a campanha 'Rio Paraíba Sim, Transposição Não!', ferramenta pela qual queremos obter milhares de assinaturas", explica. O presidente da frente acrescentou que muitos prefeitos estariam "em cima do muro" com relação à proposta. "Muitos querem dizer não, mas por outro lado, não querem afrontar o governador". Ontem, durante reunião do Consórcio de Desenvolvimento Integrado do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira (Codivap), realizada em São Sebastião, no litoral norte, nenhum prefeito comentou a proposta.

Cerca de 160 vereadores dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro aprovaram, por unanimidade, o documento que será entregue aos deputados. Eles questionam a viabilidade do projeto e cobram medidas que possam mitigar possíveis efeitos. Além disso, querem saber detalhes sobre quais medidas o governo tem adotado atualmente para reduzir os índices de perda de água no Estado e de racionalização do uso da água em regiões receptoras. Os parlamentares também exigem um projeto detalhado sobre qualquer intervenção na bacia, com informações sobre possíveis impactos ambientais.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.