Menina queimada durante ataque a ônibus no maranhão deixa hospital

A irmã da garota, Ana Clara, de 6 anos, morreu por causa das queimaduras. Já a mãe segue internada em estado estável

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 15/01/2014 16:29 / atualizado em 15/01/2014 17:48

Estado de Minas

Lorrane Beatriz, de 1 ano e cinco meses de idade, já está em casa. A criança recebeu, na manhã desta quarta-feira, alta do hospital infantil em que estava internada há 11 dias e já está com a família em São José, na Região Metropolitana de São Luíz, no Maranhão.

Veja no vídeo abaixo o momento do ataque: 

A menina ficou ferida no último dia 4, quando ela, a irmã Ana Clara, de 6 anos, e a mãe, Juliana Santos, estavam em um ônibus que foi atacado por criminosos em um atentado planejado por presidiários detidos no Complexo Prisional de Pedrinhas, também em São Luíz.

 

Lorrane e a mãe ficaram feridas, e Ana Clara morreu após ficar gravemente ferida. A mãe das meninas permanece internada em um hospital de Brasília e o estado de saúde dela é estável. Um casal que também estava no ônibus no momento do ataque segue internado e não corre risco de morrer.

Tags: