Estado de Minas - Acompanhe as últimas notícias sobre Minas Gerais, economia, política, nacional, internacional, ciência e tecnologia Guri

SIGA O EM

DICA DE LEITURA

Poesia no resgate da inocência

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 948246, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/10/26/701594/20151026145122844209u.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}, {'id_foto': 948247, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': 'Andr\xe9 di Bernardi \xe9 poeta e jornalista. Cr\xedtico e autor de cinco livros de poesia, lan\xe7a seu primeiro livro infantil pela Editora Jaguatirica.', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/10/26/701594/20151026145402875958a.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}, {'id_foto': 948248, 'arquivo_grande': '', 'credito': '', 'link': '', 'legenda': 'Heleno Nunes \xe9 artista pl\xe1stico e pintor mineiro de Lagoa da Prata. \xc9 autor de famosos pain\xe9is, murais e esculturas. ', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2015/10/26/701594/20151026145543103358a.jpg', 'alinhamento': 'left', 'descricao': ''}]

postado em 26/10/2015 14:34 / atualizado em 26/10/2015 15:05

Estado de Minas



Em Esse bicho sou eu, o poeta mineiro André di Bernardi passeia por um zoológico de descobertas, cria seu bestiário particular, investiga a criação divina, observa o que vê dos bichos em cada homem, e o que vê dos homens em cada bicho.

Com poética própria, o autor busca o olhar de criança - talvez de sua própria criança interior -, que ainda se assombra com detalhes, percebe e interpreta o mundo como nenhum adulto é capaz, talvez por falta daquela sensibilidade própria de quem ainda coleciona poucas certezas.

Com o livro, o autor se torna pássaro e borboleta, tigre e girafa, rinoceronte, gato e tantos outros, bichos que compartilham com os homens e as crianças o mesmo espaço-mundo e buscam viver e sobreviver com sua graça, suavidade e beleza particular.

As ilustrações de Heleno Nunes captam a simplicidade e a leveza da poesia, com seu traço minimalista, firme e despida de excesso, combinando com a essência poética da obra.

É assim que Esse bicho sou eu resgata a inocência perdida e o respeito perante a criação, trazendo para as crianças a possibilidade divertida da metamorfose criativa, unindo todos eles em um corpo só. Esse corpo de vida que habita o mundo Terra, e que precisa, mais do que de sol e água, de muita poesia para sobreviver.

Editora Jaguatirica, 66 páginas, R$ 30.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600