SIGA O EM

''Ele disse: 'Você prefere maçã? Não, né?''', relata agente que acusa advogado de injúria racial

Mulher que afirma ter recebido banana de passageiro em Confins, prestou depoimento nesta sexta-feira. Suspeito negou ofensa, mas foi preso em flagrante e terá que pagar fiança de R$ 3 mil.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 04/08/2017 17:10 / atualizado em 05/08/2017 15:04

Paulo Henrique Lobato / , João Henrique do Vale


A agente do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que acusa um homem de injúria racial, prestou depoimento na tarde desta sexta-feira. A princípio, o suspeito havia se apresentado como advogado, mas a OAB-MG negou a informação e disse que ele foi 'apenas estagiário e está com o registro cancelado'. A vítima voltou a dizer que recebeu uma banana do passageiro depois que ele se irritou com um erro no computador da companhia aérea. “Fiquei em choque”, comentou. Por sua vez, o defensor negou as acusações e disse ter entregado a fruta para a jovem por achar que ela estava com fome. De acordo com a Polícia Civil, ele foi preso em flagrante por injúria racial. Foi arbitrada fiança de R$ 3 mil.

O ato aconteceu por volta das 7h30. De acordo com a agente de aeroporto Aline Tatiane Campos, de 35 anos, o homem se irritou ao ser cobrado equivocadamente pelo despacho de uma caixa. Como cliente vip e por ter crédito com a companhia aérea, ele estava liberado do pagamento, mas o computador em que Aline trabalha não acusou o bônus.

O problema com o despacho da caixa foi resolvido com a ajuda de outras funcionárias, que descobriram que o advogado tem dois registros no sistema da Azul. Resolvido o impasse, ele abordou a agente e a entregou a banana. "Ele me disse que eu havia esquecido algo. Respondi que não. Então, ironicamente, retirou uma banana da bolsa e me deu. E disse assim: 'Você prefere uma maçã? Não, né? Banana mesmo'. Fiquei em choque e ele foi para o saguão. Embarcou", recordou Aline.

Em entrevista à TV Globo, ele negou o cunho racial de seu ato. “Não consigo ver isso em relação à cor da pessoa. Foi oferecido como uma fruta, não só banana, maça e biscoito”, justificou o suspeito, que sugere seu ato como solidário à funcionária, que iniciou jornada de trabalho às 4h. “Esse é meu jeito. Não vou mudar”, pontuou. A mulher e testemunhas disseram o contrário. "Em pleno século 21... Fiquei em estado de choque quando ele me entregou uma banana. O senhor já chegou arrogante. Perguntei-lhe o destino é ele me respondeu que iria para o céu", indignou-se a agente.

Colegas de trabalho da agente a orientaram relatar o fato à gerência da companhia, que acionou a Polícia Federal. O gerente da Azul entrou no avião e pediu que o homem levantasse e o acompanhasse. Agentes da Federal aguardavam o senhor no saguão. Neste momento, 16h50, Aline e o advogado prestam depoimento numa delegacia de plantão em Vespasiano, na Grande BH, responsável pela cidade vizinha de Confins.

Em nota, a Azul Linhas Aéreas informou que “já está prestando assistência à sua tripulante e que não vai comentar o caso para não atrapalhar o inquérito policial".
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Tulio
Tulio - 09 de Agosto às 11:07
..SE OFERECER UMA MANDIOCA LA DA MINHA FAZENDA, ESSA MUE IRIA DISMAIA E ACUSARIA DE ATAQUE TERRORISTA JA AO QUE PARECE NUNCA VIU NADA IQUAR
 
Tulio
Tulio - 09 de Agosto às 10:59
Atendente barraqueira , errou e nao assumiu,nao se conformou,buscou um forma de se vingar, pela foto e dificil saber que foi injuria racial, mas sim da para notar um certo ar de demencia,aeroporto nao e um santuario para relaxamento, muito estresse por todos os lados.
 
José
José - 05 de Agosto às 19:49
E se não era advogado, conforme informa a OAB, entendo que há crime de falsidade ideológica também.
 
José
José - 05 de Agosto às 19:47
Lamentável o ocorrido. Ele é cliente vip? E daí? O respeito e a Educação vem do Berço, como diziam os antigos. Concordo, porque só ela foi exposta? Porque não expuseram também o outro envolvido? A ação é pertinente, seja pela injúria racial, seja pelo assédio sexual. Aguardemos o que a nossa Justiça decidirá.
 
Carlos
Carlos - 05 de Agosto às 10:43
Ganhou seus 5 min de fama, viu mocinha. Já pode se candidatar a celebridade. [Carlos Felipe Guimarães]
 
malena
malena - 05 de Agosto às 08:00
E qual o motivo de apresentar nome, idade e foto apenas dela?
 
Frederico
Frederico - 05 de Agosto às 07:45
Eu não entendi qual foi a tribo indígena Brasileira , ao qual provavelmente pertence esta Senhora morena clara de cabelos lisos, que foi ofendida através do ofertamento da banana.
 
Tulio
Tulio - 09 de Agosto às 11:00
...........e isto ai,falta de cultura da suposta patacheca
 
Eduardo
Eduardo - 04 de Agosto às 23:13
Com certeza este advogado é gay...uma mulher linda destas tinha que ser tratada com flores.
 
eduardo
eduardo - 04 de Agosto às 20:22
Estes, são os nossos advogados, OAB, cadê você? Vai se omitir ?
 
ELTON
ELTON - 04 de Agosto às 19:43
É muito cara de pau dizer que achou que a funcionária estava com fome, por isso ofereceu uma banana. Se a Justiça aceitar uma alegação dessa, para tudo ! A esse "advogado" de b. o peso da lei ! OAB, e aí ??? Fale alguma coisa...
 
Mário
Mário - 04 de Agosto às 19:29
Este pilantra tá é com inveja da moça, pois, ela é muito linda e não é para o bico dele. Ele é um imbecil e arrogante e, pessoas assim tomam muitas cacetadas na vida. Tenho dó de um babaca desse. Advogado agindo assim? Advogado de m...
 
Mário
Mário - 04 de Agosto às 19:28
Este pilantra tá é com inveja da moça, pois, ela é muito linda e não é para o bico dele. Ele é um imbecil e arrogante e, pessoas assim tomam muitas cacetadas na vida. Tenho dó de um babaca desse. Advogado agindo assim? Advogado de m...
 
Carlos
Carlos - 04 de Agosto às 19:06
[Carlos Felipe Guimarães]
 
CELSO
CELSO - 04 de Agosto às 19:05
Ue, racismo não era crime inafiançavel?!
 
Cristina
Cristina - 04 de Agosto às 23:43
O crime supostamente cometido foi injúria racial e não racismo, esse sim, inafiançável. Pesquisem. Há diferença entre um crime e outro.
 
Luiz
Luiz - 04 de Agosto às 22:04
Não Celso, se for diretamente para a pessoa sim, se for em geral para a raça não, até nisto a lei da brecha
 
claudio
claudio - 04 de Agosto às 19:03
advogado babaquinha!!..é pior que babaca!!
 
Silvana
Silvana - 04 de Agosto às 18:55
Que essa pessoa que se diz advogado, mofe na cadeira! Foi pouca essa multa! Lixo humano!
 
Marcello
Marcello - 04 de Agosto às 18:53
Agora ele vai pensar duas vezes antes de ter uma atitude racista dessas. Em pleno século XXI, isso é inaceitável. Parabéns à moça e à Azul pelo apoio.
 
Marcelo
Marcelo - 04 de Agosto às 18:47
Tempos DIFÍCEIS, não?? Se você oferecer rosas... é machismo! Se oferecer uma maçã... é assédio sexual! Se oferece uma banana, é machismo... Se oferecer um picolé... é atentado violento ao pudor!! Se oferecer chips... é gordofobia! AFFF!!! Melhor oferecer DINHEIRO VIVO mesmo: não há progressista/socialista que se ache ofendido! Eles aceitam e ficam quietinhos!!
 
Celso
Celso - 04 de Agosto às 19:28
Tem hora que é melhor não oferecer nada e simplesmente seguir as regras; e clientes Vips não gostam muito de receber NAÕs. Vivemos em um país onde não existem tantos idiotas e submissos como antes. As pessoas estão mais perceptíveis a tipos de violências veladas vindas de piadinhas degradantes e ofensivas. Não é prudente emitir juízo de valor, mas não devemos desconsiderar a hipótese de ter acontecido, pois caso um indivíduo qualquer aparecesse no escritório desse advogado alegando tal fato e o questionasse se havia indício de crime, suponho que ele diria que sim.
 
Luiz
Luiz - 04 de Agosto às 18:46
Muito idiota pessoa que ofende o outro por raça,ou orientação sexual etc...babaca esse advogado a OAB tinha que rever o direito dele de advogar, e essa menina aí dá companhia aérea é linda.
 
Marcelo
Marcelo - 04 de Agosto às 18:33
Se alguém lhe oferecer uma banana... bata com whey protein e tome após o treino!
 
Bruno
Bruno - 04 de Agosto às 23:00
Exatamente o que eu faria. Daniel Alves, jogador que brilhou no Barcelona e agora é do PSG pegou a banana e comeu em pleno jogo!
 
Andre
Andre - 04 de Agosto às 18:23
Sou contra o racismo, mas essa mulher não tem nada de cor negra. Aliás, do negro, nós todos temos. O sujeito além de ser maluco deve ser daltônico.
 
José
José - 04 de Agosto às 18:08
Detesto BABACA que se mete a homem. - - - - Um dia encontrarei com ele (seu faixa preta na ativa,90 quilos, 1,90 m).
 
Gilberto
Gilberto - 05 de Agosto às 05:46
Você também é um grande babaca, se achando o tal, faixa preta??, Tens problemas de auto afirmação?Metido a valentão. Nada que uma arma não resolve!
 
José
José - 04 de Agosto às 18:06
Isto faz parte da """""""""""""IMUNIDADE"""""""""""""" ou faz parte da ----> I-M-U-N-D-I-C-E ,_______ POLÍTICA ? ? ?
 
José
José - 04 de Agosto às 18:04
Esta mulher tem MARIDO ? ? ? - - - - - - Uma sugestão; DAR UMAS PORRADAS NA CARA DESTE SAFADO - - - - e EMPURRAR-LHE BANANA VERDE/DURa NO RABO dele ! ! !
 
José
José - 04 de Agosto às 19:01
mARCELO ! Em público, só para aparecer ? ? ? - - - - Em casa, só a dois - - - - SE NÃO FIZER PREPARE O CHIFRE !! ! !
 
Marcelo
Marcelo - 04 de Agosto às 18:47
Jose, eu dou uma banana todo dia pra minha namorada e ela adora!! Flores, nunca dei...
 
Jose
Jose - 04 de Agosto às 18:35
Violência não é a solução, mas esse senhor merecia umas boas porradas e umas aulas de etiqueta. Para as mulheres se oferece flores e não banana.