18°/ 33°
Belo Horizonte,
18/SET/2014
  • (13) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Seis pessoas do acidente entre carreta e ônibus na BR-040 ainda estão internadas Hospitais de Curvelo, Belo Horizonte e Sete Lagoas ainda atendem vítimas

Fernanda Nazaré

Publicação: 18/03/2012 14:27 Atualização: 18/03/2012 16:14

No acidente, 15 pessoas morreram e outras 16 feridas (Siney Melo/Portal Felixlândia)
No acidente, 15 pessoas morreram e outras 16 feridas
 

Seis pessoas que ficaram gravemente feridas em um acidente na tarde de ontem, na BR-040, na divisa dos municípios de Felixlândia e Curvelo, na Região Central de Minas, seguem internadas em hospitais de três municípios. Das sete vítimas que foram encaminhadas para o Hospital Municipal Monsenhor Flávio da Mota, em Sete Lagoas, cinco já foram liberadas e duas permanecem na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

                                                         Veja mais imagens do acidente

No Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS), em Belo Horizonte, Wallace Ferreira Silva, 32 anos, está setor de politraumatismo, em estado grave. Outro homem não ainda não identificado, com cerca de 30 anos, também está no mesmo setor.

No Hospital Municipal de Curvelo, uma vítima ainda está no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), mas não corre risco de morte. Uma segunda também está internada, mas na ala de obervação ainda sem previsão de alta.

O ACIDENTE

De acordo com o Heleno Conte, diretor-presidente da Conenge – empreiteira que presta serviço de montagem eletromecânica -, o acidente foi uma fatalidade. Segundo ele, o motorista da empresa seguia atrás de um caminhão carregado de carvão. Os batedores da carreta teriam sinalizado para o caminhão, que diminuiu a velocidade e ficou mais a direita da pista. Neste momento o condutor do ônibus teria interpretado como uma sinalização ultrapassagem, e colidiu com a lateral da carreta que vinha no sentido contrário.

VÍTIMAS

Algumas vítimas são funcionários antigos da empresa, que presta serviços há 15 anos, e outros foram contratados especialmente para essa empreitada. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, além dos 15 mortos, sete pessoas tiveram ferimentos leves e outras nove ficaram gravemente feridas. Veja a lista de vítimas que morreram no acidente:

Adriano Ferreira Lopes, 29 anos, mecânico de manutenção;
Altair Bicalho, 45 anos, mecânico de manutenção;
Carlos Ferreira dos Santos, 47 anos, encarregado de manutenção;
Cleudes Macedo Gomes, 27 anos, mecânico de manutenção;
Davi de Faria Mendes, mecânico de manutenção;
Edson Gomes da Silva, 28 anos, mecânico de manutenção;
Gerson Batista de Souza, 51 anos, mecânico de manutenção;
Gilberto de Souza Gonçalves, 51 anos, mecânico de manutenção;
Isaías Vieira Silva;
Ivanildo Vieira Gomes, 33 anos, mecânico de manutenção;
Jadson Gonçalves Lage, 30 anos, encarregado de mecânico;
Joel Lucindo de Andrade, 53 anos, encarregado de mecânico;
José Maria Barreto, 34 anos, técnico de segurança do trabalho;
Nivaldo José Lourenço, 33 anos, mecânico de manutenção;
Tadeu Fernandes Schubert;

Esta matéria tem: (13) comentários

Autor: Geraldo Costa
Sr Heleno,comentario infeliz... | Denuncie |

Autor: Leonardo Fonseca Vieira
realmente a posição do ônibus com metade do veículo em cima da faixa contínua já diz tudo... muito triste. | Denuncie |

Autor: vitor ri
Tudo bem que parece ter havido um erro, mas essas carretas que circulam por nossas estradas são como monstros assassinos, se comparadas com veículos de passeio. Se houvesse compromisso dos governantes já teríamos uma ampla malha ferroviária. Só q isso traz menos consumo de combustíveis q não querem. | Denuncie |

Autor: wagner mendes
Até que está bem tranquilo a quantidade de mortes nas estradas (minha opinião) pois quando pego uma e rodo uns 50 km , vejo várias situações onde poderia acontecer um acidente grave , ( só 50 km ) , mas somos campeões de F1, gostamos de velocidade, ultrapassar e chegar na frente, podium ou CÉU. | Denuncie |

Autor: Bruno Xavier
Fatalidade? Sr. Heleno Conte, avise para seus motoristas que aquela faixa dupla que se vê pintada no asfalto embaixo do (que sobrou do) ônibus significa: proibido ultrapassagem. Faça isso logo, para evitar novas "fatalidades". Enquanto isso, fique quieto, em respeito às vítimas. | Denuncie |

Autor: ROMERO CORRADI
Aliás, ao chegar puder ler na reportagem que o motorista do ônibus não morreu.. Escapou mas.. seu ato de irresponsabilidade ceifou a vida de 15 trabalhadores. Tenho pena de como vai ficar seu emocional depois deste acidente. Realmente pista muito bem sinalizada pelas faixas.Lamentável | Denuncie |

Autor: kennedy santos
E A DUPLICAÇÃO DA BR 381 BH X ES ? | Denuncie |

Autor: ROMERO CORRADI
Passei hoje pela rodovia,(por sinal excelente e muito bem sinalizada) voltando para minha residencia em Paracatu, e no local aonde ocorreu o acidente, puder constatar que foi imperícia do condutor do ônibus, pois foi em uma reta seguida de uma CURVA......aonde pude ver os destroços do acidente.... | Denuncie |

Autor: Gustavo Nicolai Curto
Temos estradas da década de 50 e 60, sem nenhuma reforma desde então. A frota de veículos aumentou em qual proporção daquele tempo para cá? E que se vendam mais veículos, pois a arrecadação com o IPVA está cada ano maior! | Denuncie |

Autor: Gustavo Nicolai Curto
Estão deixando as estradas ficarem intransitáveis, para depois privatizarem como sendo a única solução. E tem gente que ainda comenta: prefiro pagar pedágio e andar em uma estrada segura. Acordem: é obrigação do estado manter as rodovias em excelente estado. Já pagamos muitos tributos para isto. | Denuncie |

Autor: Gustavo Nicolai Curto
Concordo com o Édson Oliveira. Sempre a culpa é da imprudência do motorista, má conservação do veículo e outros e NUNCA é das condições precárias em que as rodovias se encontram. Ao invés de arrumarem, colocam radares (fica mais barato e trás retorno financeiro...) | Denuncie |

Autor: Edson Oliveira
Acidentes medonhos como este não ocorreriam em estradas decentes, compatíveis com os altos impostos que pagamos. Infeliz do povo que não percebe, não cobra e não pune a incompetência daqueles a quem elegeu para zelar pela sua vida. | Denuncie |

Autor: marcio ribeiro
A explicação da empresa sobre os motivos da empresa demonstra e comprova que as mortes na Br acontecem principalmente por culpa dos motoristas. A sinalização é clara que não permite a ultrapassagem. essa conversa que o caminhão de carvão abriu para ultrapassagem não justifica e é feio P Conemge | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.