SIGA O EM

Estudantes conquistam prêmio de inovação no setor automotivo

Aluno de engenharia mecânica da UFMG e jovem formada em tecnologia da administração apresentaram projeto que reinventa a transmissão mecânica de veículos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/11/2014 06:00 / atualizado em 23/11/2014 07:38

Landercy Hemerson

Valeo/Divulgação


Dois estudantes mineiros venceram o prêmio de inovação de uma empresa francesa do setor automotivo, que teve participação de cerca de mil equipes de 55 países. Alexandre Marques Bemquerer, de 25 anos, e Ana Carla de Sá Campos, de 26, apresentaram projeto que reinventa a transmissão mecânica de veículos, por meio de um protótipo de CVT (Continuously Variable Transmission), e conquistaram o 1º Valeo Innovation Challenge (VIC), cuja a proposta é a apresentação de inovações automotivas, arrojadas e revolucionárias para automóveis de 2030.

Alexandre Bemquerer, que cursa engenharia mecânica na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, vinha desenvolvendo um novo conceito de transmissão contínua (CVT), que significa um avanço na transmissão mecânica dos automóveis. “A nossa estimativa é que este CVT chegue ao mercado a um preço equivalente ao de um cambio manual”, explicou.

Ao tomar conhecimento do concurso da empresa francesa Valeo, com sede no Brasil, ele se aliou a Ana Carla, formada em tecnologia da administração e cursando pós-graduação na área ambiental, no Centro Universitário UNA, também em BH, que se encarregou da parte administrativa e burocrática da disputa.

O resultado do VIC foi conhecido no mês passado, no Salão do Automóvel de Paris. A dupla mineira recebeu a premiação de 100 mil euros (cerca R$ 315 mil na cotação de ontem). Sete equipes finalistas de universidades em seis países, incluindo Austrália, Brasil, Canadá, Alemanha, Índia e EUA, foram classificadas para a final.

Alexandre e Ana Carla não puderam levar o protótipo desenvolvido por causa do peso, mas usaram imagens de vídeo para explicar o desenvolvimento do novo conceito de CVT, uma espécie de transmissão automática que existe desde os anos 1960 e que difere das marchas manuais por não ter engrenagens. No projeto, ele adotou soluções hidráulicas.
Tags: