SIGA O EM

Minas registra aumento de 4,59% de alunos em universidades e faculdades em 2013

Os dados são do Censo da Educação Superior, divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Educação (MEC). O aumento no Estado ficou acima da média nacional

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/09/2014 19:02

Estado de Minas

As inscrições para cursos presenciais em universidades e faculdades aumentaram 4,59% no ano passado em relação a 2012 em Minas Gerais. Os dados são do Censo da Educação Superior, divulgado nesta terça-feira pelo Ministério da Educação (MEC). O aumento no Estado ficou acima da média nacional. Em todo país, o aumento no número de matrículas foi de 3,8%.

Conforme o Senso, Minas teve 631.238 matrículas ano passado e é o segundo estado do Brasil com o maior número de universitários, atrás apenas de São Paulo, que registrou mais de 1,6 milhão de inscrições. As instituições privadas concentram a maior parcela de estudantes – a cada 2,77 alunos da rede particular, um é da rede pública. Mas foram justamente as públicas que registraram o maior crescimento (6,33%) – saiu de 157.331 matrículas em 2012 para 167,3 mil ano passado. Na rede particular, o aumento foi de 3,97% na comparação de 2012 com 2013, saindo de 446.212 para 463.938.

Em todo o país, o número de alunos que concluíram o ensino superior caiu pela primeira vez em dez anos. O MEC revelou uma diminuição de 5,7% no número de concluintes do ensino superior em relação aos resultados do ano anterior. O total de alunos formados caiu de 1.050.413 em 2012 para 991.010 em 2013.

No ano passado, houve mais de 7,3 milhões de matrículas no ensino superior no Brasil, das quais 1,1 milhão foram realizadas em instituições de ensino superior federais. O número de matrículas em graduação e em cursos sequenciais (curso superior que oferece formação técnica) era de 3,9 milhões, em 2013.

A pesquisa revela ainda que nos últimos dez anos o número de ingressantes em cursos de graduação aumentou 76,4%, passando de 1,5 milhão para 2,7 milhões de alunos. Mais de 80% dos estudantes dessa modalidade de ensino optam por cursos presenciais, enquanto os cursos a distância correspondem a 18,8% das matrículas.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.