SIGA O EM

"Estou esperando isso por toda a minha vida", diz mãe de Eliza sobre depoimento de Bruno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/03/2013 15:23 / atualizado em 05/03/2013 16:16

João Henrique do Vale

A mãe de Eliza Samudio, Sônia Moura, voltou do intervalo de almoço na expectativa para o depoimento do goleiro Bruno Fernandes, que poderá acontecer na tarde desta terça-feira. Para ela, será um momento bastante esperado. "Vai ser o momento muito importante. Eu estou esperando isso por toda a minha vida", desabafou com os olhos marejados.

No início da tarde, foi lida a carta precatória da assistente social Renata Garcia da Costa, interrogada em Mato Grosso. Ela acompanhou o primo de Bruno, Jorge Rosa Sales, enquanto ele cumpria medida socioeducativa em Belo Horizonte. Por volta das 15h20 teve início a leitura das peças (reportagens, depoimentos, vídeos anexados ao processo). A expectativa é de que os réus comecem a ser ouvidos logo depois.

Durante a manhã, Célia Aparecida Rosa Sales, prima do goleiro Bruno, foi interrogada e contou o que viu no sítio enquanto Eliza Samudio esteve no local. Ela disse que a modelo não apresentava ferimento pelo corpo. O promotor Henry Vasconcellos tentou apontar as contradições dos depoimentos dela prestados à polícia e agora no júri. Neste momento, a mulher afirmou que o medo de ser presa a fez mentir no primeiro depoimento prestado no início das investigações.

Em relação ao depoimento de Célia, a mãe de Eliza Samúdio não viu nada que pudesse acrescentar ao processo. Não falou nada que não tinha no processo, nao trouxe muitos detalhes", disse.
Tags: