SIGA O EM

OAB envia ofício à SUAPI pedindo para ouvir Bruno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

O presidente da Ordem dos Advogados de Minas Gerais (OAB-MG), Luís Cláudio da Silva Chaves, enviou, conforme informado na terça-feira, um ofício para a Superintendência de Administração Penitenciária e Prisional (SUAPI). Na carta o representante da OAB-MG pede para ouvir Bruno com o objetivo de verificar denúncias feitas pelos familiares do goleiro, com relação a atuação do defensor Ércio Quaresma.

Parentes do ex-jogador do Flamengo acusam o advogado de ter ameaçado a família de morte, caso o goleiro desista de ser defendido por ele. Além desta acusação, a dentista Ingrid de Oliveira, de 24 anos, noiva de Bruno Fernandes afirmou que o goleiro foi orientado por Quaresma, a tentar suicídio, cortando os pulsos. O advogado negou as acusações da família e respondeu à denúncia de Ingrid pelo Twitter. “Ingrid, por favor, você é temente a Deus, não fale mentiras. É feio”, escreveu o advogado.

Na carta da OAB-MG o presidente da instituição deixa claro que Bruno só será ouvido se quiser prestar esclarecimentos. Veja na íntegra a carta enviada à SUAPI:

“Senhor Subsecretário:
Solicito a V.Exa. que designe dia e hora específico para que um representante da OAB/MG possa ouvir o Senhor Bruno Fernandes, detido na penitenciária Nelson Hungria. Esclareço ainda, que a oitiva do goleiro somente se dará com a vontade dele, para assim verificarmos denúncias divulgadas na mídia e na OAB por seus familiares, com relação a atuação de seu advogado. Ao ensejo, manifesto votos de elevada estima e distinta consideração.”