SIGA O EM

Sentença do adolescente deve sair nesta terça-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 268393, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Paulo Filgiueira/EM D.A Press', 'link': '', 'legenda': 'Juiz pode dar senten\xe7a de at\xe9 tr\xeas anos de interna\xe7\xe3o para o adolescente', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2010/07/27/170922/20100727145818958103i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': None}]

Paulo Filgiueira/EM D.A Press

Pode sair ainda nesta terça-feira a sentença do processo do adolescente de 17 anos acusado de participar do desaparecimento de Eliza Samudio. O juiz Elias Obeid, da Vara da Infância e Juventude de Contagem, informou que, depois da entrega das alegações finais do advogado do adolescente, Eliézer Almeida, feita nesta segunda-feira, e das alegações já entregues pelo Ministério Público, o juiz tem material para produzir a sentença. O menor, que está internado no Centro de Internação Provisória São Benedito (CEIP), vai participar da acareação com Sérgio Rosa Sales nesta tarde.

Alegações

A defesa não desmentiu as informações dadas pelo adolescente em depoimentos de que a jovem foi levada do Rio para o sítio do jogador. Eliézer Almeida admitiu nessa segunda que seu cliente foi “usado pelos adultos”. Segundo ele, as declarações do menor são coerentes quanto ao sequestro da modelo. O advogado evitou polêmicas em relação aos comentários de colegas que defendem o goleiro e outros envolvidos, que definem as versões do adolescente como “fantasiosas”.

Eliézer conta que seu cliente já prestou seis depoimentos, pelo menos três deles sob forte pressão, já que na ocasião não era acompanhado por um advogado. De acordo com ele, houve divergências nas declarações, mas foi mantida uma essência que aponta para a participação dele na abordagem de Eliza no hotel no Rio de Janeiro e sua vinda para o sítio em Esmeraldas.

“Com relação à acusação de sequestro, ele foi chamado para dar um susto em Eliza. Ele não teve a intenção de sequestrá-la. Não houve o dolo por parte do meu cliente. Quanto ao cárcere privado, como poderia a modelo estar no sítio, encarcerada, se houve um jogo de futebol no local, com a participação de várias pessoas, a quem ela poderia pedir socorro? Já o homicídio, não há corpo que comprove que ocorreu de fato”, explicou Almeida.

O juiz Elias Obeid vai agora analisar o processo, com as alegações do promotor Leonardo Barreto Moreira Alves, que acusa o menor pelo sequestro e homicídio, e com o parecer da defesa. O magistrado tem prazo de cinco dias para decidir sobre a aplicação de medidas socioeducativas, que, entre outras, pode resultar na internação do adolescente por até três anos. “Espero que meu cliente receba proteção da Justiça”, afirmou Eliézer.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
eduarda
eduarda - 27 de Julho às 17:45
O Eliezer, faz parte da diretoria da OAB.Um bom adv ogado!
 
Cristiano
Cristiano - 27 de Julho às 17:03
No Brasil para votar e 16 anos mas pra ser preso e 18 sabe quando isso vai acabar quando acontecer algo com filhos dos politicos do nosso querido País fora isso vamos continuar vendo diariamnte crimes barbaros e o menor apenas pega reclusão depois em pouco tempo ja esta nas ruas novamente acorda Bras
 
Lázaro
Lázaro - 27 de Julho às 16:47
PARECE QUE ESSE ADVOGADO DO "JOTINHA" E O MAIS COERENTE EM SUA DEFESA
 
Laercio
Laercio - 27 de Julho às 15:51
Existem menor de 18 anos que se segurar um homem de 1,80m de altura ele não consegue se mover.No estados unidos acima de 12 anos e comete um homicidio responde processo normal. Brasilzinho sem vergonha..Republiqueta de banana. Acorda brasileiro...