SIGA O EM

Delegado agride Macarrão no DI, diz Quaresma

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
Um confusão na tarde desta segunda-feira no Departamento de Investigações vai acabar com um exame de corpo de delito. Segundo o advogado Ércio Quaresma, durante o interrogatório de Luiz Henrique Romão, o Macarrão, o delegado Júlio Wilke, da Divisão de Crimes Contra a Vida, agrediu o suspeito com um tapa no peito.

Macarrão chegou a cair e uma mancha vermelha se formou no peito do acusado. Quaresma ainda afirmou que no momento da agressão a polícia disse para Luiz Henrique trocar de advogado. A pedido do delegado Edson Moreira, Macarrão vai passar por exame de corpo de delito ainda nesta segunda-feira.

Bruno no DI

Ércio Quaresma comentou sobre o depoimento do goleiro afirmando que ele só vai falar sobre o vídeo divulgado pelo programa "Fantástico", da Rede Globo. Na gravação Bruno afirma que o amigo Macarrão é o único responsável pelo sumiço de Eliza. Segundo o advogado, o goleiro está orientado a não responder à outras perguntas que não estejam relacionadas ao vídeo. O cliente só falará em juízo.