Publicidade

Estado de Minas LIVRO

Tande lança autobiografia


postado em 13/08/2019 04:00

Integrante da geração de ouro do vôlei brasileiro, Tande espera levar resiliência e reflexão aos leitores(foto: Reprodução/Editora Agir)
Integrante da geração de ouro do vôlei brasileiro, Tande espera levar resiliência e reflexão aos leitores (foto: Reprodução/Editora Agir)


Um dos heróis da conquista da medalha de ouro olímpica em Barcelona’1992 com a Seleção Brasileira de Vôlei, Alexandre Ramos Samuel, de 49 anos, o “Tande”, deixa momentaneamente as quadras e a televisão (onde é comentarista esportivo) para se enveredar como escritor. Hoje, a partir de 19h, ele lança na Livraria Leitura, do Pátio Savassi, seu primeiro livro, A vida é um jogo. Pelo título, é possível supor que a obra aborda a glória olímpica, e isso até é um fato, mas talvez não da maneira como muitos podem pensar, segundo o autor. “Todo mundo fica esperando fofocas e coisas de bastidores. Não sei porque as pessoas têm tanta sede desse lado. Procurei fazer algo diferente, que não seja só uma narração autobiográfica, mas também que possa passar a resiliência de ter sido um atleta e vencedor”, disse o ex-atleta.

A ideia do livro
“Todo mundo tem livro. Giovane, Serginho, Giba... Sempre me perguntavam sobre Barcelona, e como o Brasil atravessa um período difícil, sombrio, de grande desemprego e descrédito, resolvi fazer algo diferente. Levar uma história legal, que fosse ao mesmo tempo autobiográfica e estimulante para quem lesse”

Os objetivos
“Quis apresentar um momento de reflexão, e ao mesmo tempo, um lado do mundo coorporativo, a partir da conquista do ouro. Que as pessoas possam acreitar em si, preservar suas metas e nunca ficarem na zona de conforto. Não podem desanimar com nada”

A reação dos leitores
“Meu objetivo é inspirar as pessoas. Para que usem o que está no livro, ou o que tirarem dele, no dia a dia. Inspirei-me no livro do André Agassi, que passa uma mensagem legal para as pessoas. Que o meu também seja útil a alguém. Que o que passei, o que vivi, o que a minha geração viveu possam inspirar as pessoas”

Em família
“Fiz este livro também pensando na minha família, nos meus filhos, Iago (de 15 anos), e Yasmin (19). Para que possam sentir um pouco do que foi aquela conquista e a vontade de vencer que tínhamos”


Publicidade