Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

O rei de Silverstone


postado em 15/07/2019 04:07

"Hoje (ontem) é um dos melhores dias que eu me lembre. Aliás, lembra a minha primeira vitória aqui, em 2008. A mesma excitação e alegria%u201D Lewis Hamilton, ao conquistar sua sexta vitória no GP da Grã-Bretanha (foto: Andrej ISAKOVIC/AFP)

 

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu pela sexta vez na carreira o GP da Grã-Bretanha, no circuito de Silverstone, 10ª etapa do Mundial de Fórmula 1. Com a vitória, o piloto se tornou o maior vencedor da histórica da prova, superando os lendários Jim Clark e Alain Prost, que têm cinco triunfos cada. O britânico também aumentou para 39 pontos a vantagem na liderança do campeonato nesta temporada. “Estar no mesmo nível que essas pessoas que eu admirava quando pequeno é uma das coisas mais legais”, comemorou Hamilton. Para ele, “hoje (ontem) é um dos melhores dias que eu me lembre. Aliás, lembra a minha primeira vitória aqui, em 2008. A mesma excitação e alegria”.


O finlandês Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton na Mercedes, e o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) completaram o pódio, cruzando a linha de chegada à frente dos dois pilotos da Red Bull, o francês Pierre Gasly e o holandês Max Verstappen.
O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) terminou apenas na 16ª colocação, após provocar um acidente com Verstappen na 37ª volta, um incidente que lhe fez receber uma punição de 10 segundos.


Hamilton, que largou da segunda posição, atrás de Bottas, assumiu a ponta quando o finlandês fez a primeira parada na 16ª volta e se beneficiou de um safety car para não perder tempo nos boxes.

PASSEIO

Assim, a corrida foi um verdadeiro passeio para Hamilton, que cruzou a linha de chegada com quase 25 segundos de vantagem sobre Bottas.


Com a prova definida, as atenções se voltaram para as brigas por posições no Top-5, principalmente entre Leclerc e Verstappen nas voltas 14 e 24. Mais agressivo, Leclerc pareceu ter tirado algumas lições da disputa perdida para Verstappen na Áustria, no final de junho, e acabou levando a melhor em solo britânico.


Com o resultado, Lewis Hamilton segue líder com 223 pontos, seguido de Valtteri Bottas, 184, Max Verstappen, 136, e Sebastian Vettel, 123, na quarta posição. Pelo Mundial de Construtores, a Mercedes está na ponta com 407 pontos, com a Ferrari (243) em segundo e a Red Bull-Honda (191) em terceiro.


Publicidade