Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Apoio nos números

Raposa não terá o zagueiro Dedé contra o Emelec, pela Copa Libertadores, mas, se depender do retrospecto da defesa celeste com outros jogadores, torcedores podem ficar tranquilos


postado em 07/05/2019 05:06

Fabrício Bruno (C) entrará ao lado de Leo amanhã, no Mineirão. Nos dois jogos em que ele atuou neste ano, time cruzeirense não sofreu gols(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 22/1/19)
Fabrício Bruno (C) entrará ao lado de Leo amanhã, no Mineirão. Nos dois jogos em que ele atuou neste ano, time cruzeirense não sofreu gols (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press - 22/1/19)


O Cruzeiro terá mudanças na zaga para a partida contra o Emelec-EQU, amanhã, às 19h15, no Mineirão, pela sexta e última rodada do Grupo B da Copa Libertadores. Com o primeiro lugar da chave já garantido e muito perto de ser o melhor time da fase de grupos, o técnico Mano Menezes vai poupar Dedé, que está pendurado com dois cartões amarelos – serão zerados a partir das oitavas de final. Joga Fabrício Bruno. Mas o torcedor pode ficar tranquilo. Afinal, o desempenho da defesa não tem caído tanto quando o camisa 26 está ausente. Nos quatro jogos em que Leo teve ao seu lado outro defensor, foram dois gols sofridos, média de 0,5 por partida, pouco mais que a de 0,41 da dupla titular, que atuou em 17 dos 24 compromissos da Raposa em 2019.

No único jogo em que a dupla foi formada por Leo e Fabrício Bruno, o Cruzeiro saiu de campo sem ter a rede balançada: no triunfo por 3 a 0 sobre a Caldense, no Mineirão, pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro. Os dois voltam a se encontrar com a missão de o time não ser vazado mais uma vez, pois o empate por 0 a 0 dará aos celestes a melhor campanha geral desde que o Internacional não vença o River Plate hoje, às 21h30 (de Brasília), em Buenos Aires.

Fabrício Bruno foi titular ao lado de Dedé em uma oportunidade neste ano e a equipe também não foi vazada: nos 2 a 0 sobre o Tombense, pela nona rodada do Estadual, no Gigante da Pampulha. Ele ainda entrou durante outras três partidas desde que voltou do empréstimo de dois anos à Chapecoense, em janeiro: 2 a 2 com o Boa, em Varginha, pela quarta rodada do Mineiro, e vitórias por 1 a 0 sobre Huracán-ARG e Emelec-EQU, ambas fora de casa e pela Libertadores.

A primeira opção de Mano era Murilo, reserva imediato de Dedé, mas ele foi muito criticado pela torcida após a derrota para o Flamengo, por 3 a 1, no Maracanã, pelo Brasileiro. Já Cacá, de apenas 20 anos, vem sendo preparado para entrar aos poucos no time – soma dois jogos como profissional.

Outra mudança deve ocorrer depende de conversa entre o treinador e outros integrantes da comissão técnica, como os fisiologistas. Trata-se da saída do artilheiro Fred, que vem de 14 partidas seguidas e, aos 35 anos, precisa de cuidados para suportar a carga física. Se Fred ficar fora, entra Sassá, que atuou em nove partidas neste ano, mas apenas uma como titular. Marcou dois gols.

DEFINIÇÃO A escalação deverá ser definida no treino desta tarde, na Toca da Raposa II. Ontem pela manhã, o armador Marquinhos Gabriel e o atacante Raniel novamente ficam fora das atividades em campo. Devem continuar fora da lista de relacionados.

Já Pedro Rocha, titular na vitória por 2 a 1 sobre o Goiás, domingo, não está inscrito na Libertadores. Ele deve entrar na relação a partir das oitavas de final da competição continental.


Duplas de zaga em 2019

Jogadores                   Jogos    Gols sofridos    Média

Dedé/Leo                  17             7             0,41
Leo/Murilo                  3              2             0,66
Dedé/Murilo                2             4 *            2
Leo/Fabrício Bruno       1             0               0
Dedé/Fabrício Bruno     1             0               0
(*) três contra o Flamengo


ESTRELADAS...
SETOR POPULAR

Sucesso nos dois jogos em que o Cruzeiro foi mandante no Campeonato Brasileiro, o Setor Laranja Inferior do Mineirão estará disponível também para a partida contra o Emelec, pela Libertadores, a R$ 10. Dos 6.850 lugares, 2.850 serão destinados a sócios-torcedores e à venda on-line. Os outros 4 mil estarão à disposição a partir das 10h de hoje, nas bilheterias do ginásio do Barro Preto e do Gigante da Pampulha.

Base feminina
O Cruzeiro anunciou, ontem, a criação de categoria de base do futebol feminino. O primeiro time será o Sub-18, que será formado por meio de peneira de atletas de 14 a 18 anos, em data a ser anunciada. O comando ficará a cargo de Gustavo Quintão, atualmente no departamento internacional do clube, e a primeira competição será o Brasileiro da categoria, a partir de 8 de julho.


Publicidade