Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Cruzeiro só empata com a URT

Time celeste abre o placar, mas permite reação da equipe de Patos de Minas e amarga seu quarto empate no Estadual. Jogadores acreditam em outra postura na estreia na Libertadores


postado em 26/02/2019 05:09

Autor do gol cruzeirense em Patos de Minas, Rodriguinho acredita que o time vai corrigir as falhas para a partida contra o Huracán(foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Autor do gol cruzeirense em Patos de Minas, Rodriguinho acredita que o time vai corrigir as falhas para a partida contra o Huracán (foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

O objetivo de terminar a fase de classificação do Campeonato Mineiro na liderança vai ficando cada vez mais difícil para o Cruzeiro. Em mais um tropeço no interior do estado, o time do técnico Mano Menezes ficou apenas no empate com a URT por 1 a 1, em Patos de Minas – o quarto na competição em oito rodadas, o que aumenta a distância para o primeiro colocado, Atlético, de um para três pontos.

Foi o último teste da Raposa antes da estreia na fase de grupos Copa Libertadores, em 7 de março, contra o Huracán, em Buenos Aires, pelo Grupo B. Até lá, Mano Menezes terá tempo razoável para corrigir falhas pontuais e confirmar o substituto do zagueiro Dedé, que cumprirá suspensão pela expulsão contra o Boca Juniors, no ano passado. Pelo Estadual, o próximo compromisso será apenas dia 10, contra o Tombense, no Mineirão.

Um dos problemas da equipe tem sido a falta de criação ofensiva e de velocidade pelas laterais. Em vários momentos no jogo de ontem, o Cruzeiro ficou acuado no setor defensivo, sem opções para ameaçar o adversário. “O empate foi ruim. Viemos aqui com a confiança de vencer, sabíamos que precisávamos vencer. E isso pesa muito. Mas tem campeonato ainda. O resultado nos atrapalha no que a gente queria, de buscar a primeira colocação, mas vamos virar a chavinha agora e pensar na estreia na Libertadores”, lamentou o armador Robinho.

Mano Menezes reclamou do fato de, mais uma vez, o time deixar a vantagem escapar. “A minha chateação é essa: a gente precisa saber trabalhar com a vantagem. No primeiro tempo, o jogo esteve na nossa mão, o adversário teve uma chance, no último minuto de jogo. Não podemos tomar um gol daquele jeito, com a área vazia. Escaparam mais dois pontos, e é isso que não serve de um jogo desse.”

Mesmo satisfeito com o gol, o segundo com a camisa celeste, o armador Rodriguinho desaprovou o resultado: “Queria ter saído com a vitória. Nossa equipe se comportou bem, até pelas condições do campo, do gramado. Criamos várias possibilidades de gol. Agora, vamos corrigir os detalhes para voltar a vencer”.

PÊNALTI NÃO MARCADO O Cruzeiro reclamou muito da arbitragem depois que Emerson de Almeida Ferreira não marcou pênalti de Patrick em Rodriguinho no segundo tempo. Mas a Raposa não mostrou competência para segurar o triunfo depois de abrir o placar. A URT, que vem reagindo sob o comando de Ito Roque, empatou com o centroavante Reis nos acréscimos do primeiro tempo. O Trovão até melhorou no segundo, se beneficiando da queda de produção da equipe da capital, porém, não conseguiu finalizar com precisão.

Seguindo o rodízio no grupo, Mano Menezes deixou de fora o lateral Edílson, o zagueiro Leo e o atacante Fred, que ficaram em Belo Horizonte. Substituto do camisa 9, Raniel deixou a partida no primeiro tempo se queixando de dor na virilha e se tornou preocupação para os próximos jogos. Quem também deixou a partida foi Marquinhos Gabriel, que sofreu pancada no primeiro minuto de jogo, depois de receber falta. Ele será outro a ser reavaliado pelos médicos amanhã, quando o grupo se reapresenta.



URT
Marcão; Rodney, Gladstone, Marcos Vinícius e Djalma Silva; Gílson, Douglas Amaia e Rafael Oller (Carrara 34 do 2º); Patrick, Reis e Juninho Potiguar (Kaio 26 do 2º)
Técnico: Ito Roque

Cruzeiro
Fábio; Orejuela, Dedé, Murilo e Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel (Renato Kayzer 33 do 1º); Raniel (Sassá 44 do 1º)
Técnico: Mano Menezes

Oitava rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Zama Maciel
Gols: Rodriguinho 31 e Reis 47 do 1º
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira
Assistentes: Ricardo Júnio de Souza e Frederico Soares Vilarinho
Cartão amarelo: Rodney, Gladstone, Juninho Potiguar, Rafael Oller e Sassá
Próximos jogos: Tombense (c)Tupi (f) e Caldense (c)


Publicidade