Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Doces e sobremesas

Doce de marmelo

Receita fornecida por Jandira Pereira Ferreira, de Sete Lagoas: (31) 3776-8048


postado em 07/04/2017 08:40

(foto: Marcos Michelin/EM)
(foto: Marcos Michelin/EM)

Ingredientes:

- 2 kg de marmeloÁgua

- 1 copo (americano) de açúcar

Sucesso:

- Há seis anos de portas abertas, o Kirina

- s Bar está sempre lotado, oferecendo ao público cerveja gelada, ambiente descontraído e, é claro, tira-gostos deliciosos. Uma das boas pedidas são os pratos que já competiram no festival Sabor de Bar e que integram o cardápio da casa. Contato:(31) 3774-5760.

Modo de Preparo:

Descascar os marmelos e retirar as sementes. Picar em cubinhos e, num tacho, cozinhar, em água suficiente para cobrir, por 30 minutos ou até que fique macio. Pôr o açúcar e retirar quando a calda ficar em ponto de fio (quando forma um fio ao escorrer da colher).



Tachos de doçura

(foto: Marcos Michelin/EM)
(foto: Marcos Michelin/EM)

A jornada pede um caminhar mais lento e, para tanto, os viajantes seguem para a zona rural de Sete Lagoas em busca das preciosidades guardadas nas cozinhas da roça. Por tradição, o que se encontra é uma riqueza de receitas passadas de mãe para filha, das quais as que mais encantam são as dos doces de frutas. Na Fazenda Velha, comunidade a poucos quilômetros do centro urbano, exemplares de nossa cultura gastronômica são encontradas aos montes, como o doce de marmelo preparado por dona Jandira Pereira Ferreira.

Aos 78 anos, a mineira, que hoje é ajudante de uma das filhas na cozinha, lembra-se da época em que o marmelo era facilmente encontrado na região e se surpreende ao ouvir dos viajantes que nunca haviam visto a fruta. "Engraçado vocês nunca terem visto. Aqui já teve muito, era a terra do marmelo", diz. Segundo ela, na sua casa havia três pés, fato que é motivo de piada na família. "Era um para cada filho, porque a vara do marmelo era usada para bater nos meninos", brinca um dos netos de dona Jandira.

Diferente da marmelada, o doce de marmelo em calda leva a fruta picada em cubinhos, o que faz com que o gosto fique mais acentuado. Para acompanhar, dona Jandira não dispensa o bom queijo-de-minas. Esse sim, parceiro que não pode faltar.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade