Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Pratos Principais

Testículo de boi com farofa de miolo

RReceita fornecida por Luiz Roberto Amaral, de Uberaba: (34) 3314-8244


postado em 30/12/2016 10:10

Ingredientes:

- 2 testículos de boi

- 1 xícara (chá) de cachaça

- Sal e pimenta-do-reino a gosto

- 2 colheres (sopa) de óleo

Para a farofa

- 500 g de farinha de milho tipo beiju

- 2 dentes de alho picados na transversal

- 1 cebola picada

- 1 kg de miolo de boi

- Salsa e cebolinha a gosto

Restaurantes

:

- Água Doce Cachaçaria(34) 3332-0531Cheiro Verde(34) 3312-3854Cozinha d'Ouro(34) 3333-2242Cupim Grill Churrascaria(34) 3336-4691Fornace(34) 3312-3033Zebu(34) 3336-4666Roma(34) 3321-7512Toca da Tábua(34) 3312-3685Tradição de Minas(34) 3315-1838Choperia Zero Grau(34) 3312-4837

Modo de Preparo:

Para a farofa, ferver os miolos inteiros na água e, assim que levantar fervura, desligar o fogo. Retirar os miolos da água e levá-los ao fogo em uma panela sem óleo, pois ele já solta gordura. Quando começar a dourar, pôr os demais ingredientes da farofa para refogar, acrescentando por último a farinha. Fazer um corte vertical no meio dos testículos, temperar com sal e pimenta-do-reino e levá-los ao fogo, em uma frigideira ou chapa de ferro untada com óleo.

Deixar dourar dos dois lados e flambar com a cachaça. Servir acompanhado da farofa.



Exótico e saboroso

Nossa viagem vai chegando do fim e encontramos mais uma receita com o que Uberaba tem de mais expressivo: o boi. Desta vez, nada de cortes tradicionais, mas algo que pode causar estranhamento entes muitos: testículos e miolo bovinos. Antes de fazer cara feia, cabe ressaltar que ambas as partes são consideradas bastante nutritivas. Quem prepara os testículos grelhados com farofa de miolo é o advogado, jornalista, produtor de eventos e apresentador de TV Roberto Amaral ou apenas Beto.

Amante assumido das tradições e incansável divulgador da cultura uberabense, ele conta que aprendeu a cozinhar aos 9 anos, época bem viva em sua memória. "Minha mãe estava doente e meu pai ia chegar para almoçar. Da cama, ela via a cozinha e foi de lá que me ensinou. Quando meu pai chegou, nem percebeu a diferença", recorda. De lá para cá, a gastronomia se tornou um verdadeiro modo de vida e, fora a advocacia, todos os seus demais trabalhos se associam a essa arte, com destaque para o preparo de carnes.

Beto chega a jurar que a cidade tem a maior índice de churrasqueiras e fogões a lenha no país. O que há de mito ou verdade na afirmação, não é possível saber. Mas que o pessoal entende de carne, não resta dúvida.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade