Publicidade

Estado de Minas

Cresce mobilização para o impeachment de Gilmar Mendes

A hashtag #ImpeachmentGilmarMendes chegou a ser a mais comentada no Twitter na tarde desta segunda-feira


postado em 11/11/2019 18:36 / atualizado em 11/11/2019 18:47

(foto: FATIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADAO CONTEUDO )
(foto: FATIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADAO CONTEUDO )
Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e líderes do movimento Brasil Conservador organizam uma manifestação para o próximo domingo (17),  para pedir o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, pressionando para que o presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM), dê andamento ao processo. A hashtag #ImpeachmentGilmarMendes chegou a ser a mais comentada no Twitter na tarde desta segunda-feira. 

Gilmar é alvo dos manifestantes por fazer críticas à Lava-Jato e utilizar matérias do site The Intercept Brasil para justificar seus votos. Segundo eles, isso seria antiético porque as reportagens foram feitas a partir de “mensagens roubadas” por hackers de celulares de integrantes da força-tarefa.

O jurista Modesto Carvalhosa já elaborou um pedido de afastamento do ministro, que agora se encontra na mesa do senador David Alcolumbre. Além de Modesto, o líder do movimento Brasil Conservador, Mauricio Costa, usou sua conta do Twitter para afirmar que já está em Brasília para fazer lobby para a derrubada do ministro. 

“Já estou em Brasília pelo MBC, semana intensa e decisiva, em apoio às PECs 410 na Câmara e 5 no Senado + pressão total dentro do Congresso para o #impeachmentGilmarMendes! Finalizaremos com uma mega manifestação em todo o Brasil, com a união de movimentos conservadores. Orem!”, publicou Maurico.
 
 
 
*A estagiária está sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz


Publicidade