Publicidade

Estado de Minas

Quatro pessoas são presas por boca de urna em Montes Claros

Além das prisões, 23 boletins de ocorrências relacionados a problemas nas urnas eletrônicas foram registrados


postado em 07/10/2018 18:08 / atualizado em 07/10/2018 18:21

Em Montes Claros, Norte de Minas, de acordo com a Polícia Militar,  foram registrados  23 boletins de ocorrências relacionados a problemas nas urnas eletrônicas reclamados pelos eleitores na hora de votar, 22 deles ligados à  votação para o cargo de presidente. "Na maioria dos casos, os eleitores alegaram que digitaram um número e apareceu o 'confirma' antes de aparecer a foto do candidato a presidente" , informou o major Giovane Oliveira,  Assessor de Comunicação do Comando da 11 Região da Polícia Militar de Minas Gerais.

Além disso, quatro pessoas foram presas por tentar fazer boca de urna ou jogar material de propaganda dos candidatos nas portas dos locais de votação.  Elas foram levadas para a delegacia da Polícia Federal na cidade, onde foram ouvidas e liberadas. 
 
Segundo o major Giovane, um juiz eleitoral esteve em uma das seções eleitorais onde houve  reclamações relacionadas às  urnas eletrônicas.  "Mas o juiz  a conferiu a urna e verificou não habi problema com o equipamento" , assegurou o assessor da PM.
 
Ainda segundo ele, todas as ocorrências também foram registradas nas atas pelos mesarios das seções eleitorais, visando uma possível auditoria das urnas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade