Publicidade

Estado de Minas

Sindicato dos aposentados da Força Sindical critica retorno da CPMF


postado em 15/09/2015 12:07 / atualizado em 15/09/2015 12:14

O Sindicato Nacional dos Aposentados e Pensionistas da Força Sindical se manifestou contra a proposta de retorno da Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF), anunciada na segunda-feira pelo governo. Para a entidade, a presidente Dilma Rousseff usa os aposentados para justificar a volta da tributação.

Em nota divulgada na manhã desta terça-feira, o Sindicato diz que o governo quer implementar a CPMF "sob o falso argumento" de que a arrecadação será destinada ao financiamento da Previdência Social, que se encontra deficitário. "É muita leviandade transferir, de forma ardilosa, a culpa do rombo orçamentário para os aposentados", diz o texto.

A entidade afirma que o governo omite que a arrecadação da Previdência é superavitária. "O governo, tendo que cobrir um rombo bilionário devido à má administração, astutamente usa os aposentados para justificar a criação de um novo imposto. Para forçar a opinião pública, distorce e manipula os dados, desvinculando as receitas da Previdência, fazendo com que se mostre deficitária, sendo que de fato não é".

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade