Publicidade

Estado de Minas BEM-ESTAR

Mude1Hábito: Unimed incentiva pequenas mudanças para o novo ano

Intuito do programa é fazer com que usuários descubram uma melhor versão de si, estimulando novos hábitos


Sistema Unimed Mineiro
Conteúdo patrocinado
Sistema Unimed Mineiro
postado em 26/12/2019 12:49 / atualizado em 26/12/2019 13:47

Grupo de corrida da Unimed Inconfidentes participou do Circuito das Estações(foto: Unimed Inconfidentes/Divulgação )
Grupo de corrida da Unimed Inconfidentes participou do Circuito das Estações (foto: Unimed Inconfidentes/Divulgação )
Com a chegada do final do ano é comum fazer uma autoavaliação e traçar metas para cumprir nos 365 dias que virão. Nesta época, existe um ânimo e uma vontade maior de mudança, que podem ser canalizados para transformar aspectos da vida e criar novos hábitos. No entanto, além do desejo para cumprir aquilo que é proposto, é preciso foco e dedicação. 
 
A psicóloga clínica Maria Inês Vieira, acredita que aproveitar o fôlego do novo ano é uma boa opção para quem deseja traçar metas. “O marco cronológico no calendário pode indicar abertura para novas experiências e assim as pessoas se propõe mudanças, o que traz reflexões e possivelmente novas atitudes”, afirma a profissional. Uma dica é que as pessoas aproximem os seus desejos da sua realidade. 
 
A organização faz toda a diferença nesse processo e a tecnologia pode ser uma boa aliada, já que iniciativas como o Mude1Hábito existem para esse fim. A ferramenta é fruto do Movimento Nacional da Unimed, que promove uma onda de cuidado em todo o Brasil, incentivando as pessoas a viver da melhor forma possível, seja por meio da alimentação saudável, prática de exercícios, encontro do equilíbrio emocional ou pela busca de qualquer mudança que transforme o modo de ver o mundo. 
 
Aylan César de Melo:
Aylan César de Melo: "Cuidar das pessoas é a vocação da Unimed" (foto: Unimed Federação Minas/Divulgação)
“A intenção é estimular um maior cuidado consigo mesmo ao buscar incluir alternativas mais saudáveis no cotidiano”, afirma o médico Aylan César de Melo, diretor de Integração e Mercado da Unimed Federação Minas. E quem não gostaria de descobrir uma melhor versão de si mesmo? Com essa proposta, o Movimento sugere iniciativas saudáveis aos usuários e atua em diversas frentes. 
 
Maria Inês defende que as metas não precisam ser algo grandioso, porque muitas vezes as pessoas estabelecem objetivos impossíveis. “É preciso fazer uma avaliação da condição individual e do processo para ser realista e não se autoenganar na hora de propor uma mudança. Do contrário, predomina o boicote e nada muda”, declara. Ela ainda indica que, ao traçar metas, o indivíduo deve respeitar seu tempo, princípios, valores e cultura.
 
Além do aplicativo, é possível acessar a plataforma pelo computador para conferir conteúdos focados em saúde e projetos especiais que a Unimed desenvolveu em parceria com o Waze e o Discovery Home&Health. Há também um calendário de ações que encoraja a mudança de pequenos hábitos, motivando a prática de atividade física, cultura e boa nutrição. 
 
Embora a tecnologia traga muitas comodidades, Aylan César de Melo alerta que o Mude1Hábito não substitui o acompanhamento de profissionais qualificados. “A pessoa não podem deixar de procurar a orientação do profissional de saúde, pois para garantir hábitos saudáveis é preciso ter uma assistência eficaz. A ferramenta é apenas um facilitador”, pontua o médico. 
 

Inspiração

 
Com o convite para que as pessoas se descubram ainda melhores, o Movimento Mude1Hábito ultrapassa o mundo virtual e inspira campanhas institucionais. Um bom exemplo é o projeto Qualidade de Vida, implantado na Unimed Inconfidentes em fevereiro deste ano. Ele conta com circuito funcional, ginástica laboral, massagem relaxante, biblioteca, grupos de corrida, ciclismo, saúde mental e alimentação saudável, com o objetivo de proporcionar bem-estar aos cooperados, colaboradores e seus familiares. 
 
De acordo com Jane Eloísa do Carmo Lopes, coordenadora de Recursos Humanos da Unimed Inconfidentes e idealizadora do projeto, as mudanças na qualidade de vida dos participantes são notáveis. Com uma aderência média de 80% dos colaboradores, as atividades têm incentivado a adoção de rotinas mais saudáveis. 
 
“A equipe está mais integrada e as mudanças de hábito estão sendo incorporadas à cultura de cada um. O interessante é que muitas das atividades incluem as famílias e isso também melhora o relacionamento em casa. Outra vitória é que muita gente que queria emagrecer já conseguiu perder peso e medida. É notável que nossos colaboradores estão mais felizes e dispostos”, celebra Jane Eloísa. 
 
Uma das participantes mais ativas do projeto é a assistente de laudo da Unimed Inconfidentes, Poliane Coelho Pires, que está nos grupos de corrida e funcional. No início, ela não gostava de correr e não queria participar do grupo, mas depois da insistência de alguns colegas de trabalho acabou indo a uma aula. “Foi muito difícil, meu corpo não estava preparado, mas hoje eu gosto muito. Depois que me adaptei a sensação é de felicidade, superação e dever cumprido. Me sinto mais disposta”, relata Poliane.
 
Além disso, as atividades melhoraram a autoestima da assistente de laudo, que conseguiu emagrecer e hoje se sente mais capaz de traçar objetivos. Hoje, Poliane incentiva outras pessoas a correr e se tornou um exemplo no trabalho por ser muito engajada. Ela gosta de compartilhar sua experiência: “para quem acha que não vai conseguir eu conto que comecei correndo 400 metros e hoje alcanço cinco quilômetros. É muito gratificante ver a melhora do meu desempenho. A corrida é uma competição de você com você mesmo”.
 
Poliane revela, ainda, que seu novo objetivo é aumentar a quilometragem, e acredita que “quando traçamos metas é possível definir os passos a serem seguidos para alcançar o que se quer”. Assim, em março ela deseja correr 10 quilômetros, e para conseguir chegar lá continua frequente nos treinos e planeja começar a malhar para fortalecer o corpo.
 
Para quem não conseguiu cumprir o que se propôs neste ano, não se desespere. Maria Inês afirma que “a frustração faz parte do processo de construção e não significa uma derrota”. Além disso, sempre há tempo para recomeçar a mudar hábitos. A psicóloga defende que é preciso entender que as coisas são mutáveis e que imprevistos acontecem. 
 
Uma boa resolução para 2020 é cuidar mais de si mesmo. E com o auxílio de ferramentas como o Mude1Hábito fica muito mais fácil cumprir a meta. Além de oferecer assistência em saúde de qualidade, “cuidar de pessoas é a vocação da Unimed, por isso incentivar a busca de hábitos mais saudáveis é uma prioridade”, conclui Aylan César de Melo. 
 

Mude1Hábito

 
O Mude1Hábito é o Movimento Nacional da Unimed que promove uma onda de cuidado em todo o país. Para isso, mantém o site oficial e aplicativo que pode ser baixado em dispositivos móveis IOS e Android.
 
Para saber mais e fazer o download, acesse: https://mude1habito.com.br/

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade