Publicidade

Estado de Minas RESULTADOS

Práticas simples da gestão ágil para implementar na sua equipe

De reuniões rápidas a feedbacks 360, são várias as possibilidades para sua empresa se beneficiar com o ágil. Comece aos poucos


Runrun.it
Conteúdo patrocinado
Runrun.it
postado em 06/12/2019 10:50 / atualizado em 06/12/2019 10:55

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
Muito está se falando sobre ágil (ou agile) e seus benefícios para as organizações, incluindo redução de turnover, aumento da produtividade e da motivação dos funcionários. Mas implementar a metodologia ágil em uma empresa inteira pode ser um desafio grande e demorado, afinal, mudar a cultura e os processos envolve quebrar paradigmas. A dica aqui é que você pode começar aos poucos, mudando pequenas práticas diárias na gestão de uma equipe. Abaixo estão algumas orientações de Laura Lopes, gerente de Marketing do Runrun.it, plataforma de gestão do trabalho desenvolvida a partir dos princípios ágeis.

Reuniões curtas e diárias

 
Para evitar a microgestão e melhorar a colaboração, implemente reuniões diárias matinais de 15 minutos para a equipe alinhar, brevemente, o que fez ontem e o que vai fazer hoje. Assim será possível priorizar rapidamente as tarefas e alocar recursos em tarefas mais complexas. 
 

Horários flexíveis

 
Se a sua equipe não trabalha com escala de horas, nem tem necessariamente que estar no escritório no horário comercial, repense se não é possível criar janelas para a entrada (das 8h às 11h, por exemplo) e para a saída (das 17h às 20h) dos colaboradores. E foque no resultado: se alguém precisar trabalhar 7h num dia e compensar 1h no outro, não tem problema se ela entregar o que precisa. A flexibilidade de horários melhora a qualidade de vida das pessoas e mostra que a empresa se importa com isso. 
 

Organização das tarefas por kanban

 
kanban é um quadro de origem japonesa que ajuda a organizar o fluxo de trabalho de uma maneira muito simples. O tradicional apresenta as colunas “A fazer”, “Fazendo” e “Entregue”, mas pode variar de acordo com a rotina da sua equipe. Ele pode ter variações como “A fazer”, “Fazendo”, “Aprovação”, “Refação” e “Entregue”, por exemplo. Coloca-se um post-it para cada tarefa (pode ser uma cor por tipo de tarefa, ou por função na equipe), que é movido de acordo com o status dessa tarefa. Com isso, é possível enxergar rapidamente os gargalos do processo.
 

Feedbacks frequentes

 
Quanto mais a equipe receber feedbacks, mais rápido ela evoluirá. Os profissionais anseiam por retornos sobre seu trabalho, e por algumas respostas também. O mais indicado é realizar avaliações de desempenho a cada dois ou três meses, para que nada fique distante o suficiente para ser esquecido ou para virar uma bola de neve. Nesta conversa, é importante falar de coisas positivas e negativas, de resultados, e também escutar o que o colaborador tem a dizer sobre a liderança e as políticas da empresa. Não tenha medo de implementar uma avaliação 360. 
 
Se você já realiza feedbacks frequentes, fomente o 1:1 quando for necessário. A gestão 3.0 e o lean pregam “errar rápido, aprender mais rápido ainda” (Fail Fast, Learn Faster), então o feedback deve existir para o aprendizado acontecer junto ao erro.
 

Aceite sugestões

 
O ágil pressupõe certa horizontalidade na gestão. Isso significa que as decisões não devem ser de cima para baixo, ou impostas pelo líder. Este pode conduzir as discussões, e a equipe, de forma coletiva, a entender qual é a melhor solução para os desafios. Nessa linha, agarre-se às sugestões e as leve adiante, principalmente as mais criativas. Se elas tiverem resultado ou não, será responsabilidade coletiva, e os louros (ou os infortúnios) não devem recair apenas sobre uma pessoa.
 

Use ferramentas que ofereçam a visão do todo

 
Assim como feedbacks, os profissionais são motivados a se aperfeiçoar quando entendem como seu esforço contribui para o resultado da área ou da empresa. Implementando uma ferramenta que ofereça a visão do todo, como o Runrun.it, o gestor entenderá seus gargalos e a equipe poderá se autogerir a partir das informações disponíveis. 

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade