Publicidade

Estado de Minas Gestão na pandemia

Confira 5 dicas para incentivar os seus colaboradores em home office

Em meio às incertezas que o momento oferece, buscar ações de incentivo à equipe é um fator essencial para manter seus funcionários engajados e motivados, mesmo trabalhando de casa


Ortep
Conteúdo patrocinado
Ortep
postado em 26/08/2020 17:45

(foto: Freepik)
(foto: Freepik)

 
Com a pandemia do novo Coronavírus, o home office se tornou uma das alternativas mais adotadas para conter o contágio do vírus. Porém, sabemos que manter a produtividade e a motivação das equipes pode ser uma tarefa desafiadora sob essas circunstâncias, já que se torna mais difícil saber como controlar e incentivar os seus colaboradores.

Em meio a uma atmosfera de incertezas e tensão, é importante desenvolver estratégias que envolvam o colaborador nas decisões do negócio. E, mais além, buscar maneiras de incentivar a manutenção da saúde mental durante esse período.

Neste post, vamos te mostrar algumas das ações mais eficazes para incentivar o seu colaborador em home office. E, assim, manter o nível dos serviços e contribuir com a produtividade da equipe como um todo.

1) Tenha uma gestão transparente


O primeiro passo para incentivar e motivar os seus colaboradores em tempos de pandemia é ser um gestor transparente. Caso surjam adversidades ou obstáculos, o seu funcionário não deve ser o último a saber dos problemas. 

É essencial, como em toda relação profissional, ser muito aberto e estar disposto a discutir questões análogas a demandas e possíveis cancelamentos de contrato, entre outras ocorrências. 

Sem a ajuda mútua entre gestor e colaborador, não será possível manter a produtividade da sua equipe por muito tempo. Assim, encurte barreiras e faça da sua equipe uma aliada para enfrentar quaisquer situações que possam se tornar um problema. Apoie-se na coletividade para pensar em novos caminhos e tomar novos rumos, se necessário.

2) Mantenha um espaço para discussões


Essa dica é de extrema importância, ainda que não pareça em um primeiro momento. É muito importante que seu colaborador perceba que tem valor nessa etapa, que vocês enfrentarão juntos. 

Por isso, levar diferentes opiniões em consideração é essencial. Não se esqueça de que, sem sua equipe, o trabalho não acontece. Em home office, esse fato pode parecer mais distante, mas é mais verdadeiro do que nunca. 

Nesse sentido, reúna a equipe diariamente (ou semanalmente, de acordo com a necessidade da empresa) a fim de estabelecer discussões saudáveis sobre os rumos do negócio. Mostre-se interessado em eventuais dúvidas, sugestões, ideias e feedbacks sobre tarefas ou dificuldades encontradas. Além de melhorar a qualidade do trabalho prestado, será possível manter a comunicação interna da empresa. 

À distância, isso é ainda mais importante, pois é essencial proporcionar a interação do time e estimular a criação de um ambiente de trabalho aberto.

3) Leve considerações à prática


Não adianta coletar informações sobre a qualidade do trabalho e o que é feito diariamente pelo colaborador se você não adotar ações práticas para mudar o que for preciso. É necessário que os feedbacks e sugestões levem a mudanças concretas. 

Afinal, além de visar ao bem da empresa como um todo, é preciso inspirar confiança no colaborador, mostrando que suas considerações são válidas para o funcionamento do negócio.

Isso também vale para possíveis reclamações e dúvidas. Não deixe para consertar erros e dificuldades quando o funcionário já estiver saturado. Procure resolvê-los o quanto antes, para que o ambiente de trabalho e a política da empresa não sejam prejudicados. 

(foto: Freepik)
(foto: Freepik)

4) Procure simplificar as coisas


Todos estão aflitos e confusos neste momento. Por isso, procurar facilitar processos burocráticos é um papel fundamental de um bom líder. Não apenas envolvendo tarefas  complexas, mas tudo o que for possível, incluindo o que for realizado em conjunto.

A organização é uma incógnita a ser considerada neste item, pois uma má administração pode resultar em consequências negativas. É por isso que apostar em ferramentas específicas para controlar as demandas pode ser uma boa aposta. Gerenciar o tempo investido em cada tarefa, por exemplo, pode simplificar muito o cotidiano da sua equipe, bem como o seu próprio dia a dia.

Outra dica é investir em uma comunicação mais direta. Se há algo muito importante a ser dito ou observado, procure utilizar um canal de comunicação mais pessoal, como a ligação ou videoconferência. Ficar apenas nas mensagens pode atrasar muito alguns processos, e trazer confusão e falhas de comunicação. Assim, saiba exatamente como abordar o colaborador para economizar tempo e facilitar os processos de trabalho.

5) Dê feedbacks constantes


Feedbacks são sempre bem-vindos durante o home office, e não apenas da parte do colaborador. Todos queremos saber se estamos cometendo algum erro ou receber créditos por uma ação positiva. 

Por isso, fornecer comentários sobre o comportamento do funcionário, sobretudo à distância, é uma forma de estimulá-lo a melhorar. Aumentando, assim, a autoconfiança em relação ao trabalho realizado. Como já indicamos previamente, não deixe de estabelecer uma relação de extrema transparência, sempre que possível!

Conclusão


Esperamos que você tenha gostado dessas dicas sobre como incentivar os seus colaboradores durante o período de home office. Nunca se esqueça de, acima de tudo, exercer a liderança com muita empatia!

Já que estamos falando sobre o trabalho remoto, que tal conhecer Como as soluções em nuvem ajudam empresas em home office? Neste outro artigo, você vai entender como os sistemas web têm ajudado empresas a manterem suas atividades com mais controle e assertividade. 

Aproveite a leitura e continue acompanhando nossos conteúdos!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade